Mais de 20 obras ficam para 2017 em Venâncio Aires

Guilherme Siebeneichler
outubro22/ 2016

Apesar do orçamento municipal para o próximo ano ser de austeridade, e já ter déficit programado de R$ 15 milhões, o planejamento municipal inclui a conclusão ou início de obras em 2017. São investimentos em pavimentação, ginásios, postos de saúde, escolas infantis e aquisição de máquinas. A maior parte dos recursos foram garantidos por meio de financiamentos e emendas parlamentares.
Caberá ao atual vice-prefeito, e o próximo chefe do Executivo eleito, Giovane Wickert, garantir a continuidade e entrega destas obras. Na última semana Artus determinou ainda aos secretários municipais a realização de um relatório com todos os projetos, obras e programas que iniciaram em 2016 e deverão ser concluídos nos próximos dois anos. A medida faz parte da transição governamental e será apresentada a futura equipe de governo do próximo gestor.
O maior volume de obras está ligado às pavimentações no perímetro rural e na área urbana. No bairro Santa Tecla são mais de 25 quadras, iniciadas ainda em julho e com previsão de conclusão para o próximo ano, no valor de R$ 4 milhões. Com o mesmo valor será realizada pavimentação asfáltica das sedes das comunidades de Grão-Pará, Centro Linha Brasil e Vila Teresinha. Além disso, a pavimentação de ruas de Vila Mariante será possível com emendas parlamentares no valor R$ 550 mil.
Outros R$ 3 milhões serão investidos na área central, no recapeamento de ruas. Entre elas estão Tiradentes, Jacob Becker e Osvaldo Aranha. A proposta foi anunciada ainda neste ano e deve ter obras iniciadas até o fim de 2016.

EDUCAÇÃO
Outro setor com obras previstas para os próximos meses é o da educação. Duas novas escolas infantis estão sendo erguidas no município. No bairro Brands foram investidos R$ 743 mil e restam outros R$ 300 mil para equipação. Já a Emei do Xangri-lá terá investimentos de R$ 1,8 milhão e capacidade para atender 188 alunos de 0 a 5 anos em turno integral.
No segmento também estão projetadas as obras de ampliação da escola São Judas Tadeu, com a construção de um ginásio de esportes e uma sala de pré-escola.

LAZER
Investimentos voltados ao lazer e esporte também fazem parte da lista de obras para 2017. Parte já está contratada e devem iniciar ainda no último bimestre deste ano, como por exemplo, a pista de atletismo do Parcão, no bairro Aviação. Com R$ 300 mil investidos, a obra é o início da implantação do novo espaço de recreação do município. No acesso Dona Leopoldina é projetada a construção do novo caminhódromo, com emenda parlamentar no valor de R$ 250 mil. Para o ano também é projetada a conclusão de ginásios no interior (Linha Mangueirão e Linha Cachoeira) e a construção de novos no bairro Batistti e Rincão de Souza.

MAIS OBRAS
O atual governo ainda aguarda retorno de projetos encaminhados para a agência de fomento do Rio Grande do Sul, Badesul, no valor de R$ 5 milhões. O recurso será aplicado no asfaltamento da rua Augusto de Moraes, conhecida como Corredor dos Gauer. Outros R$ 250 mil poderão ser confirmados, por meio de emenda parlamentar, para pavimentação no bairro VIla Rica e outros R$ 500 mil, também por indicação de deputado, para a construção de silo secador em Vila Palanque.

PRIORIDADE
O novo prefeito destaca que irá trabalhar com prioridade as obras que já estão em andamento para garantir o funcionamento. “Temos postos de saúde e creches quase prontos que precisam entrar em funcionamento. Os investimentos já contratados e que iniciaram precisam de atenção para não termos em Venâncio um campo de obras paradas,” garante Wickert.