Legislativo Municipal institui medalha em homenagem aos policiais

Olá Jornal
dezembro21/ 2019

Foi aprovada nesta quarta-feira, 18, a criação de uma medalha de reconhecimento aos policiais e membros da segurança pública, que prestaram serviços de relevância para a sociedade venâncio-airense. Intitulada Estrela de Reconhecimento Municipal da Brigada Militar, a homenagem irá reconhecer policiais militares que no exercício de atividade, tenham sofrido ferimentos, perdido a vida ou tenham prestado relevante serviço em defesa da segurança em Venâncio Aires.

A honraria será concedida, igualmente, a Oficiais de outras Organizações Policiais Militares e Civis em geral, brasileiros ou não, que tenham atuado de forma destacada para a consolidação e o desenvolvimento das relações na área da segurança pública. A mesma homenagem poderá ser conferida, excepcionalmente, às Organizações Militares e Civis, pela prática das ações que credenciam essas organizações no reconhecimento da Brigada Militar.

A medalha será concedida por ato da presidência da Câmara de Vereadores, mediante proposta de vereador em exercício, anualmente, durante as comemorações da Semana da Brigada Militar. No caso de sua concessão o Policial Militar morto em serviço, a medalha será entregue à família.

A votação foi acompanhada por membros da Brigada Militar de Venâncio Aires. A capitã Michele da Silva Vargas, Comandante da 3ª Companhia do 23° Batalhão de Polícia Militar (23°BPM) ocupou a tribuna e agradeceu o reconhecimento. “Precisamos reconhecer em vida, para que sirva de exemplo e de motivação para todos os profissionais. Este projeto servirá de modelo para outros municípios.”

Ela aproveitou a oportunidade e solicitou apoio dos vereadores para pressionar os deputados federais na busca por mudanças no Código Penal. “Precisamos mudar as leis para parar de enxugar gelo. Peço que levem até os deputados mudanças no código penal. É preciso o apoio de todos nesta luta.”

MOBILIZAÇÃO
Também utilizou a tribuna livre, Claidir Kerkhoff Trindade, representando familiares dos policiais militares. O grupo está realizando mobilização em frente ao quartel da Brigada Militar, buscando apoio à retirada do projeto de reforma do funcionalismo público, proposto pelo governador Eduardo Leite (PSDB). “Todos estão ficando doentes, os policiais estão sem receber. É preciso mostrar o apoio a essa classe tão importante. Estamos cansados com o que está acontecendo com a saúde, educação e segurança do estado,” destacou.