Justiça Eleitoral conclui nesta semana julgamento de contas dos eleitos em Venâncio

Guilherme Siebeneichler
novembro29/ 2016

Os vereadores, prefeito e vice eleitos terão, nesta semana, o julgamento das prestações de contas publicados pela Justiça Eleitoral. A análise de 261 processos na 93ª Zona Eleitoral ocorre desde o início do mês de novembro, prazo final para apresentação dos relatórios dos candidatos. Deste total, mais de 100 já foram analisados.
Ao longo das últimas semanas o Cartório Eleitoral tem convocado, para explicações, os candidatos que tiveram inconformidades nas prestações de contas apontadas pelo Ministério Público.

Só na última semana foram encaminhadas 22 intimações aos partidos e candidatos para apresentar informações sobre os relatórios financeiros de campanha.  Segundo o chefe do cartório, Eduardo Mosman, o julgamento das contas de campanha iniciaram pelos 15 vereadores eleitos e da chapa vencedora à majoritária de Venâncio Aires. “A prioridade são esses nomes, garantir até a próxima semana que os processos sejam concluídos e publicados.”

A expectativa da Justiça Eleitoral é de concluir todos os processos até o fim de dezembro. Mato Leitão, Venâncio Aires e Boqueirão do Leão integram a zona de atuação. Se as contas de campanha forem reprovadas pelo Judiciário, o candidato eleito não poderá ser diplomado.

RECURSOS
As campanhas eleitorais deste ano em Venâncio Aires tiveram redução de 70%, quando comparadas com o pleito de 2012. No total, as quatro candidaturas na majoritária investiram R$ 581 mil. Jarbas da Rosa (PDT) liderou, com investimento de R$ 237.729,71.

Já o prefeito eleito, Giovane Wickert (PSB), gastou R$ 160.792,86. O tucano Vinícius Medeiros (PSDB) desembolsou R$ 148.598,49, e Cesar Schumacher (PT), gastou R$ 34.218,08.