• Hoje é: quinta-feira, maio 23, 2019

Institutos Federais devem paralisar atividades no próximo dia 15

Olá Jornal
maio08/ 2019

O corte orçamentário feito pelo Ministério da Educação (MEC), que ultrapassou os 30%, atingiu os valores destinados para a manutenção das escolas técnicas federais. A unidade local do Instituto Federal Sul-riograndese não foi diferente, o percentual de corte alcança R$ 360 mil do orçado para o campus venâncio-airese.

No total, foram destinados para o custeio do ano R$ 1,8 milhão. Entretanto, o percentual de redução é de 37,1%. O valor garante as operações da escola técnica até o mês de setembro, situação que se repete em todas as universidades federais no estado, e os demais campus do IFSul. Nesta segunda-feira, 06, os alunos da instituição em Venâncio Aires realizaram um ato em frente ao campus buscando reivindicar os valores integrais.

Um ato público em todas as escolas técnicas federais e universidades deve ocorrer no dia 15 de maio. As unidades paralisarão as atividades e buscam se reunir com representantes do MEC.

CORTES
O diretor do campus do IFSul em Venâncio Aires, Cristian Oliveira da Conceição, o valor de corte será de difícil economia, já que a unidade local atua com valores deficitários. “Não temos como cortar gastos de terceirizados, porque já reduzimos no ano passado. São 25 pessoas entre vigilância, limpeza e manutenção. Mesmo cortando tudo, não alcançariam os valores necessários. Não temos ações visíveis no momento para equilibrar as contas do campus,” destaca.

O Ministério da Educação cortou R$ 2,5 bilhões do orçamento das instituições de ensino superior e técnicos federais. Só para o IFSul e suas 14 unidades instaladas no Rio Grande do Sul o valor total chega aos R$ 16 milhões.