• Hoje é: terça-feira, julho 16, 2019

Instalado oficialmente Núcleo de Cultura Luso Açoriana em Venâncio Aires

Olá Jornal
maio14/ 2019

Durante Jantar Temático Português realizado na última sexta-feira, 10, na 15ª Fenachim, aconteceu a instalação oficial do Núcleo Luso Açoriano de Venâncio Aires. O projeto do Instituto Cultural Português vai implantar na Capital do Chimarrão, em parceria com a Associação dos Amigos do Centro Municipal de Cultura de Venâncio Aires (Aacemuc), uma Sala Açoriana para estudos, exposição de objetos e artesanato originário português.

Na presença do presidente do Conselho da Comunidade LusoBrasileira do Rio Grande do Sul, António Soares; e da Diretora Cultural do Instituto Cultural Português, Santa Ineze Soares, o protocolo de instalação do Núcleo foi assinado juntamente com a posse da primeira diretoria.

Maria Zulmira Portella de Moura, presidente empossada do Núcleo, ressaltou as origens portuguesas de Venâncio Aires e o trabalho do Departamento Cultural da Associação, que agora passa a destacar uma sala especialmente para a cultura portuguesa em seu prédio na rua XV de Novembro. Além de Zulmira foram empossadas como vice-presidentes Evelise Waslawosky e Liane Fagundes de Melo e secretárias Jaqueline Inês Chaves e Maria Ilse da Silva.

Com um grupo de estudos portugueses ativo desde 2010 dentro da Aacemuc, a presidente da Associação e presidente de Honra do Núcleo, Maria Lucia Costa, destacou essa como mais uma iniciativa de resgate e preservação cultural das origens venâncio-airenses. Lúcia lembra que, em 2013, a Associação lançou o livro “Venâncio Aires buscando Raízes” e atualmente mantém, em parceria com a Escola Brígida Fagundes do Nascimento, um grupo de Danças Açorianas.

Por fim, o presidente do Conselho da Comunidade LusoBrasileira do Rio Grande do Sul, António Soares, falou sobre a importância da colonização portuguesa no Brasil e os laços de cooperação e amizade entre os dois países. Para manter viva a história dos primeiros colonizadores e as ligações culturais que construiu a identidade gaúcha, Soares lembra que já foram criados 23 Núcleos como esse em todo o Rio Grande do Sul.

Durante a noite temática na Festa Nacional do Chimarrão foi servido jantar com cardápio inspirado na culinária portuguesa e apresentação especial do Grupo Vocal Aacemuc/Uninter.

CRÉDITO: AI Uninter V.Aires