Inicia força-tarefa de combate a Dengue entre Município e Estado

Olá Jornal
maio14/ 2020

Em parceria com o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), a Prefeitura realiza no início da próxima semana mais dois roteiros de combate ao mosquito transmissor da Dengue. Técnicos do Estado e Município iniciaram a aplicação de produtos nas ruas e pátios das residências dos bairros Brands, Coronel Brito e Loteamento Sol Nascente na manhã desta quinta-feira, 14.

Durante à tarde, a ação se concentrou no Bairro Gressler, partes do Bela Vista e, ainda, nas regiões dos bairros Xangrilá e Cidade Alta.

Para a segunda-feira, 18, está programado a partir das 17h, dedetizações nas regiões dos bairros União e São Francisco Xavier; nas ruas Sator Costa até Osvaldo Aranha, quadrante da Rua Pedro Grunhauser até a Rua Cond’Eu, Jacob Becker até Voluntários da Pátria, Quadrante da Rua Guilherme Frederico Hübner até 11 de maio.

Na terça-feira, 19, a pulverização terá sequência em pontos do Centro e Bairro Cruzeiro.

De acordo com o Coordenador da Vigilância Sanitária do Município, Éverton Notti, a ação complementar de aplicação do produto químico ocorre em locais que registraram positividade de casos de Dengue.

O trabalho ocorre em parceria com o CEVS, que disponibilizou veículo, equipamentos, produto e agentes para a ação em Venâncio, que já registrou 88 casos de Dengue, até o início desta semana.

Cuidados

Para não prejudicar a saúde de animais ou mesmo de humanos, os técnicos recomendam que:

– Janelas e portas devem estar fechadas

– Utensílios de cozinha devem estar guardados

– Alimentos devem estar armazenados em embalagens que garantam sua vedação (é possível que, às vezes, uma corrente de ar possa levar gotículas do inseticida através de uma porta ou janela mal fechada. Embora o inseticida utilizado em saúde pública e na proporção indicada não seja nocivo à saúde humana segundo a Organização Mundial da Saúde)

– Toalhas devem estar guardadas em local adequado

– Gaiolas de pássaros devem ser recolhidas ou cobertas

– Utensílios de alimento e água dos animas devem ser recolhidos

– Caixas d’água devem estar totalmente fechadas

– Roupas dos varais devem ser recolhidas

Piscinas

Além das dedetizações, a Vigilância Sanitária do Município também têm atuado na aplicação gratuita de um produto biológico em piscinas residenciais que estão em desuso no momento ou que, por ventura, não estejam recebendo a aplicação básica de cloro e a circulação de água contida no local com a ativação do motor.

Para solicitar a aplicação basta o cidadão acessar o aplicativo Fiscale e registar um pedido de aplicação do produto ou ligar para os telefones (51) 3983-1000 ou 3983-1033.

 

CRÉDITO: AI PMVA