• Hoje é: segunda-feira, agosto 26, 2019

História, Cultura e Tradição é o tema da 35ª Oktoberfest

Olá Jornal
outubro22/ 2018

Durante a solenidade de encerramento da 34ª Oktoberfest, realizada na noite deste domingo, 21, no Pavilhão Central, a Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp) divulgou a data e o tema do próximo evento. A 35ª Oktoberfest será realizada de 9 a 20 de outubro de 2019, tendo como tema História, Cultura e Tradição. “Considerando que tivemos um período de clima mais favorável ao postergar em uma semana o início da festa este ano, vamos manter esta ideia para 2019”, frisa o presidente da Assemp, Léo Henrique Schwingel.

A exemplo dos últimos anos, o tema da 35ª Oktoberfest foi desenvolvido pelos professores Nestor Raschen e Mártin Goldmeyer. A ideia, é destacar o legado deixado pelos imigrantes alemães – que chegaram ao município em 1849 – e que até hoje acompanha a vida de seus descendentes, como o cultivo de jardins floridos, a culinária, a fundação de clubes e sociedades, as festas religiosas e no espírito comunitário. “A 35ª Oktoberfest quer resgatar e homenagear o grande legado dos imigrantes alemães que aqui fizeram a sua pátria há 170 anos e, unidos, venceram as dificuldades. Que possamos seguir este exemplo e continuarmos a desenvolver ações concretas para o bem de nossa comunidade”, destacam os professores.

Saiba mais:

O cultivo dos jardins era hábito comum entre as mulheres que recebiam elogios das visitas pelo capricho e pela variedade de espécies cultivadas. Era e ainda é muito comum as visitas levarem junto mudas ou sementes de variadas espécies para plantar em seus próprios jardins, preservando uma tradição que apresenta casas com seus lindos jardins e uma cidade que se enfeita com praças e canteiros floridos.

Na culinária destaca-se a mesa farta que contrasta com as dificuldades que os imigrantes enfrentaram nos primeiros anos em que aqui chegaram. Merece destaque a cuca alemã preparada para dias festivos em família e festas da comunidade. Um bolo de massa simples que ganha destaque com a variedade de recheios que lhe serve de cobertura. A cuca é tão tradicional que hoje já temos uma festa só para ela. A festa promove um concurso entre as cuqueiras para ver quem consegue fazer a mais saborosa cuca.

Os alemães venceram as dificuldades dos primeiros tempos com um senso de ajuda mútua e um espírito comunitário criando escolas, construindo igrejas, hospitais e fundando sociedades culturais e esportivas, tais como: canto coral, tiro ao alvo, bolão e música instrumental. Fruto destas iniciativas, temos ainda em nosso meio sociedades centenárias, que preservam os costumes dos antepassados.

A religiosidade foi um dos valores que os imigrantes trouxeram em sua bagagem cultural. Para poder construir escolas e igrejas realizavam festas como o kerb e as quermesses para angariar recursos. A Oktoberfest, com a dedicação de seus voluntários, é fruto desta herança cultural.

O espírito comunitário levou os imigrantes a buscarem soluções para as quais não podiam contar com a ajuda do governo. Assim criaram os hospitais que ainda hoje prestam relevantes serviços à comunidade, tais como o Hospital Santa Cruz, o Hospital Ana Nery e o Hospital de Monte Alverne. (Texto: Professores Nestor Raschen e Mártin B. Goldmeyer)

CRÉDITO: Four Comunicação

FOTO: Rodrigo Assmann