Há sete anos PIM faz a diferença na comunidade venâncio-airense

Guilherme Siebeneichler
julho22/ 2017

O Programa Primeira Infância Melhor (PIM), foi implantado em Venâncio Aires em julho de 2010. Sua trajetória vem contribuindo para um elenco de ações de prevenção e promoção do desenvolvimento infantil. O  PIM  faz parte das Secretarias da Saúde, Educação e Desenvolvimento Social e tem atuação nos bairros: Gressler, Cidade Nova,  Xangrilá, Vila Táta, Loteamento Popular Tirelli, Aviação e Macedo tendo por objetivo orientar as famílias a partir  de sua cultura e experiências, para que promovam o desenvolvimento integral de suas crianças desde a gestação até os seis anos de idade.

A Coordenadora do Programa é a Pedagoga Andréa de Oliveira, que também faz parte do Grupo Técnico Municipal (GTM), além de Andréa, fazem parte Rosângela Menzel Ellert da Secretaria Municipal da Saúde, e  Daiane Fuhr da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social.

O Programa conta com cinco visitadoras: Ana Paula Staub, Bruna Carolina Hickmann, Caroline Inês Ruschel, Deborah Beatriz Endler Barrionuevo e Kimberly Franciéli Wiebeling, que semanalmente visitam as famílias cadastradas, para orientarem e estimularem as mesmas na realização das atividades lúdicas/pedagógicas com suas crianças de zero a seis anos e gestantes. Ao todo são atendidas 85 famílias.

As atividades variam conforme a faixa etária das crianças, e são realizadas nas residências. No planejamento os objetivos são desenvolver as quatro dimensões da criança: comunicação e linguagem, motora, socioafetiva e cognitiva.

No decorrer destes sete anos de Programa, foram realizadas várias atividades comunitárias com o intuito de realizar um momento especial e importante de integração e confraternização de toda a equipe do Programa, famílias e crianças atendidas. Também são proporcionados as servidoras do PIM, momentos de formação que buscam aprofundar conhecimentos relacionados à primeira infância, visando auxiliar no trabalho diário com as famílias.

O maior objetivo do PIM é discutir assuntos relacionados a prevenção e promoção da saúde,  para um  crescimento e  desenvolvimento saudável  e feliz das crianças. A estudante de Psicologia, Deborah Beatriz Endler Barrionuevo, é uma das visitadoras do PIM. Na manhã desta quinta-feira, 20, acompanhamos uma das visitas de rotina com a Roberta Weschenfelder, de 5 anos e 1 mês, que está no programa desde 1 ano e 3 meses. A  mãe de Roberta, Evanir Terezinha Streich, conta que no início a filha era muito tímida, tinha vergonha de falar com as pessoas, e depois que ela começou no PIM, a garotinha mudou muito. “A relação com a professora é maravilhosa, minha filha acorda cedinho nos dias em que a Déborah vem, e fica na expectativa de mostras as atividades desenvolvidas na semana, tanto as da escola, como as que a Deborah deixa”.

Para a futura psicóloga, o sentimento não é diferente, Deborah conta que ver o progresso de semana em semana nas crianças atendidas, faz com que ela acredite cada vez mais no trabalho e naquilo que escolheu para  seguir profissionalmente. “Nós sempre aprendemos que quanto mais cedo se é dada a estimulação motora, cognitiva e socioafetiva, melhor é o desenvolvimento da criança. Ter a oportunidade de colocar isso em prática é a função do PIM. Como futura psicóloga, eu já consigo aliar aquilo que foi visto teoricamente com o que se é trabalhado”, finaliza.

Outra residência visitada foi da Rosemara Batista, que recebe os atendimentos desde o início do Programa. Suas filhas Ana Paula Lopes, e Vitória Cristina Lopes participaram do PIM, e agora Maria Clara Lopes de 2 anos e 7 meses, e seu neto Samuel Nathan Hermes, recebem toda a semana a visitadora Bruna com muito carinho. Ela conta que vem trabalhando a timidez com as crianças acompanhando uma evolução. “Para mim é gratificante ajudar as crianças e uma das maiores satisfações e vê-las progredindo com as nossas atividades lúdicas, vendo o sorriso em seus rostos ao entrarmos em suas casas para realizar as visitas/atividades. O PIM é uma opção à mais que agrega no desenvolvimento das crianças e também gestantes”, salienta Bruna.

A Coordenadora do Programa destaca que as famílias recebem com muito carinho e afetividade as visitadoras, e realizam as atividades com muita atenção e entusiasmo, valorizando todo o trabalho desenvolvido pela equipe do Programa.Além disso, Andréa explica as mudanças no programa, e as implementações do mesmo. “ Estamos neste ano, implementando e ampliando o Programa, que agora passará a ser chamado de “PIM / Criança Feliz”. O Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário(MDSA) organizou um programa com o mesmo formato do PIM, onde municípios que já tem o Primeira Infância Melhor agora contarão com apoio do Criança Feliz. Esse Programa veio para somar ainda mais nas nossas ações, pois além de implementá-lo vamos ampliar o número de visitadores e com isso vamos abranger um número maior de famílias atendidas”, comenta a pedagoga.

Festa e exposição: Programa Primeira Infância Melhor comemora seus 7 anos

Para comemorar os sete anos de atuação do PIM no município de Venâncio Aires, na quinta, 27, será será realizado uma festa em comemoração aos 7 anos de Programa. A festa acontece no Espaço da Academia de Saúde do Posto de Saúde do Bairro Gressler, das 13hs às 16hs. Na ocasião terá brinquedos para as crianças, exposição de fotos e um lanche especial.

Além da festa, o PIM realiza  uma pequena mostra do trabalho em uma exposição organizada na sala de espera do prédio da Prefeitura. Os trabalhos podem ser conferidos por quem passa pela Administração. Essa é mais uma forma de celebrar o trabalho e os belos resultados que o Programa vêm fazendo no município de Venâncio Aires.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação PMVA

FOTO: Rosana Wessling