• Hoje é: quinta-feira, agosto 22, 2019

Governo não tem previsão de repor recursos do Pronaf e bancos seguem sem operar o programa

Olá Jornal
abril25/ 2019

Presidente da Frente da Agricultura Familiar, o deputado Heitor Schuch (PSB/RS) entregou à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pedido da Fetag para suplementação de R$ 500 milhões no Pronaf Mais Alimento. No encontro, nesta quarta-feira,, 24, em Brasília, o parlamentar reforçou a necessidade de realocação imediata de recursos para crédito subvencionado no BNDES e no Banco do Brasil. Única instituição financeira que vinha operando a modalidade investimentos do programa, o BB suspendeu a contratação de novos projetos nesta terça-feira nas agências do Estado.

No entanto, conforme Schuch, a manifestação da ministra não foi promissora. “Saímos frustrados e ainda mais preocupados. O dinheiro acabou e não existe perspectivas do governo suplementar o Pronaf por enquanto”, destacou.

A previsão é de novos recursos somente após o anúncio do Plano Safra, daqui a dois meses, e, mesmo assim, em um cenário difícil. “O governo já sinalizou que não atenderá a reivindicação da agricultura familiar de aumento de 5% nos recursos. Pelo contrário, a linha para compra de máquinas e implementos deverá sofrer um corte. Será um plano safra magro e um ano bem difícil para o setor”, prevê.

Outra demanda encaminhada por Schuch à ministra foi quanto ao Programa Nacional de Crédito Fundiário que está parado em todo o país. O deputado reforçou a necessidade de início imediato das contratações do crédito para compra de terras, suspensas com o fim do convênio entre a Subsecretaria de Reordenamento Agrário/SRA- Sead e o Banco do Brasil.

CRÉDITO: AI Heitor Schuch/PSB