• Hoje é: quarta-feira, junho 19, 2019

Governo Municipal busca solução imediata para resolver problemas de energia no interior

Olá Jornal
fevereiro14/ 2019

O prefeito em exercício, Celso Krämer, busca apoio do governo do Estado para resolver os problemas de abastecimento de energia elétrica na área rural do município. Propriedades tem ficado até seis dias sem luz. Produtores têm feito protestos para manifestar repúdio a desatenção por parte da concessionária.

Para tratar sobre o tema, uma reunião foi agendada com o Secretário Estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos. O encontro ocorre dia 25, às 10 horas, em Porto Alegre. Krämer também quer a presença dos diretores da RGE Sul.

O chefe do Executivo considera que a concessionária não tem cumprido com as cláusulas contratuais, por não oferecer suporte técnico suficiente e investimentos para atender as demandas e resolver os problemas de falta de energia. “Nós já estivemos no passado tratando sobre o tema, faz cerca de 2 anos, mas diante de fatos graves como estamos vendo, precisamos exigir suporte técnico de qualidade”, explica.

O Prefeito considera inaceitável um agricultor ficar até cinco dias sem luz. “Manter a produção de porcos, frango e outras culturas apenas com gerador é inviável. Nós, como gestores, precisamos ir para a linha de frente. O governo municipal está fazendo isso e esperamos que os diretores da RGE estejam juntos, para nós sentar frente a frente, e conseguir resolver a situação que estamos enfrentando”, diz.

Na avaliação de Krämer, a concessionária precisa fazer investimentos nas redes de energia, manutenção da vegetação que cresce e disponibilizar equipes para atender os pontos com problemas. “A RGE está com deficiência de pessoal. É inaceitável algumas localidades ficarem cinco ou até seis dias sem luz. Sei que a situação é grave mas queremos respostas e ações da RGE nesta reunião em Porto Alegre.”

O Prefeito afirma que será feito um levantamento, elencando todos os pontos com problemas de abastecimento. “Queremos uma  solução definitiva. Precisamos de energia para que os agricultores possam produzir e gerar renda. Até o funcionamento do britador foi afetado por conta da falta de energia”, aponta.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA