• Hoje é: segunda-feira, setembro 25, 2017

Gastos com diárias têm queda de 58% no Executivo Municipal

Ao avaliar os gastos com diárias na Prefeitura (cobertura de despesas de alimentação, pousada e locomoção urbana, com o servidor público e políticos) no primeiro quadrimestre do ano tiveram redução. O valor desembolsado, segundo o Portal da Transparência, é o menor dos últimos cinco anos no Executivo. No total foram gastos R$ 17.879,12 e o decreto de contenção de despesas é apontado como motivador da economia.

A avaliação leva em consideração os quatro primeiros meses de 2017.  No mesmo período, na Câmara de Vereadores foram desembolsados R$ 5.022,50, onde a maior parte das diárias foi repassada a servidores para capacitação e motivação (R$ 4.448,50).

Em comparação com o ano passado, o valor investido em diárias no mesmo período teve redução de 58,1%. No ano anterior foram gastos na Prefeitura, R$ 42.597,85 em diárias. No Legislativo foram R$ 1.590,00.

Até abril de 2015, o Município havia pago R$ 41.338,05 em diárias. No mesmo período, no Parlamento Municipal foram desembolsados R$ 2.470,00. No primeiro quadrimestre de 2014 o valor repassado para este tipo de despesa foi de R$ 40.081,63 na prefeitura. Já na Câmara foram R$ 13.315,00, sendo o maior investimento no período nos últimos cinco anos.

Conforme a secretária de Administração, Loreti Scheibler, a diminuição dos valores faz parte das ações do governo para o corte de despesas. “Tudo é norteado pelo decreto de contenção. Assim como as diárias, estamos diminuindo gastos com contratos e alugueis,” argumenta.

GESTÃO PASSADA
Quando comparado com o primeiro quadrimestre da gestão passada (até abril de 2013), os gastos em 2017 com diárias tiveram redução de 37%. Naquela oportunidade o município desembolsou R$ 27.070,00. Na Câmara o valor foi de R$ 5.890,00.