Expoagro Afubra foca na oferta de mercado

Olá Jornal
março21/ 2020

A Expoagro Afubra chega aos 20 anos em 2020 com o olhar voltado à busca de novos mercados ao produtor. A maior feira voltada à agricultura familiar teve a sua edição cancelada neste ano devido ao Coronavírus, no entanto terá em suas próximas edições o objetivo de fomentar o fortalecimento da comercialização da produção. O coordenador da feira e vice-presidente da Afubra, Marco Antônio Dornelles, considera este um dos principais desafios da feira para os próximos anos. “Um dos objetivos é introduzir um espaço para se discutir mercados como o tomate por exemplo. Precisa ser desenvolvido como o tabaco, ter que compre a produção. Tem algumas startups que podem facilitar essa comercialização”.

Para Dornelles, é preciso viabilizar mercados como agroindústrias ,por exemplo, que agreguem valor. Ao mesmo tempo, chama atenção para a necessidade de uma decisão bem fundamentada em condições de investimento e mão-de-obra.

A inovação também é um dos focos da organização. Mostrar a necessidade do novo agricultor se qualificar e investir no negócio dele para ter resultado. “Só com renda é que o jovem vai ficar no campo. O desafio é muito grande principalmente na nossa região e sabemos que tem bom desempenho em grande escala”, afirma o coordenador da Expoagro.

Realizada anualmente desde 2001 objetiva incentivar a diversificação e a sustentabilidade das propriedades rurais, e fortalecer o agricultor no mercado. Reúne diversos expositores, entidades, órgão públicos, para apresentar as novidades e tecnologias do setor agropecuário aos visitantes.

A programação inclui lavouras demonstrativas, dinâmica de máquinas, agroindústrias, palestras, entre outros. A ideia foi trazida na época pelo secretário da Afubra, Romeu Schneider, quando esteve em visita técnica a AgroShow em Ilinois, nos EUA.