• Hoje é: sábado, outubro 19, 2019

Expoagro Afubra de 2018 ameaçada após exigências para o trânsito na BR-471

Guilherme Siebeneichler
março25/ 2017

Apesar do recorde de público na 17ª Expoagro Afubra, com 92 mil visitantes, a organização do evento enfrentou dificuldades com fiscalizações surpresas realizadas pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o Departamento Nacional de Trânsito (Dnit).

Ônibus que faziam o transporte de visitantes foram parados e averiguados, alguns multados por falta de identificação dos passageiros. O conflito ficou maior com a exigência de que o parque, para o próximo ano, deverá contar com um trevo de acesso. Após 16 edições, sem nunca ocorrer fiscalizações do tipo, os três órgãos de trânsito, estiveram analisando caminhões, ônibus e carros de passeios, em fiscalização histórica.

O resultado foi de mal-estar entre a coordenação da Expoagro. Ao encerrar a feira deste ano o presidente da Associação de Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Werner, criticou a forma da fiscalização, as exigências e a dificuldade de diálogo. “Nos falaram que a feira no próximo ano não vai sair se não tiver o trevo. Pois digo que essa decisão caberá a coordenação da Expoagro, por isso não definimos datas para 2018, vamos avaliar o que fazer e a forma que iremos proceder quanto a exigência de um trevo.”

A rodovia que liga Santa Cruz do Sul a Rio Pardo, em frente ao parque em Rincão Del Rey, possui boa sinalização e apoio da Polícia Rodoviária Federal, para organização do fluxo. Nos próximos dias a comissão organizadora irá solicitar informações e viagens à sede do Dnit em Brasília não estão descartadas. “Vamos reunir um grupo e buscar todos os detalhes e obrigações, agora, não será um departamento de fiscalização que vai dizer se a feira sai ou não. Essa decisão depende exclusivamente da organização,” destaca Werner.

Anualmente a entidade realiza melhorias no parque do evento. Inicialmente projetado para 80 mil pessoas, ao longo dos três dias visitaram os espaços de exposição 92 mil pessoas. Mesmo assim, a estrutura foi suficiente para atender o público. Desta forma, inicialmente, a Afubra não considera ampliar em um dia as programações.