• Hoje é: domingo, maio 20, 2018

Escolas de samba apertam o passo nos ensaios para o Carnaval

Janine Niedermeyer
fevereiro04/ 2017

Com a chegada de fevereiro se intensificam as expectativas para mais um Carnaval. O evento que movimenta o centro de Venâncio Aires e também oportuniza o giro da economia, terá duas noites de desfiles, dias 25 e 27. No município, cinco escolas de samba vão descer a rua Osvaldo Aranha com variados temas e os ensaios ganham forças nestas semanas de fevereiro.

A Associação Carnavalesca Escola de Samba Malandros do Ritmo que vem com a temática em 2017 sobre “Beleza e vaidade, a eterna busca da humanidade”, está com ensaios da bateria no antigo Bar do Chopp, na rua Sete de Setembro, próximo da Câmara de Vereadores no centro da cidade.

O casal presidente da agremiação, Rogério e Daniela Seibt destacam que os trabalhos da bateria e confecção de peças têm ocorrido das 20 às 23h de terças à sextas-feiras. A Malandros ainda está com vagas em aberto para as alas, sendo que serão cinco no total, com a expectativa de reunir 120 integrantes. Além disso, cinco carros serão postos na rua pela escola.

HOMENAGENS
Na Unidos da Vila Freese, 2017 vem com o tema “Unidos da Freese na terra e Có no céu”, uma homenagem a um dos fundadores da agremiação, já falecido. Segundo o presidente, Guiomar da Rosa (Guita), os trabalhos de ensaio tem ocorrido nas quartas, quintas e sextas-feiras, das 21h às 23h na sede da comunidade. A expectativa é colocar cinco alas e dois carros na avenida nos dias de desfile.

Já a Unidos das Vilas vai homenagear o senador Paulo Paim, sob o tema “Forjado a ferro e fogo, um leão na luta pelo povo”. Segundo o intérprete e vice-presidente da escola, Noredi Rodrigues, a estimativa são de reunir 300 pessoas para desfilar, divididos entre sete alas e 2 carros alegóricos. Os integrantes têm sempre ensaiado nas sextas-feiras, a partir das 21h no ginásio ao lado da Escola 11 de Maio, no bairro Coronel Brito.

Na Fiel Tribo Guarani, que está com ensaios de quartas à sextas-feiras, a partir das 20h30min no estádio Edmundo Feix, a temática abordada será “A Tribo vai ao litoral”. Conforme o presidente da agremiação, André Ricardo Franceschi, também são esperado 120 componentes para os desfiles, sendo ao menos 50 na bateria. A escola vai ter cinco alas e um carro alegórico.

Já a Acadêmicos do Samba Négo, que está retornando aos desfiles neste ano, o ritmo das batucadas ocorre nas noites de sextas e sábados, a partir das 21h, na própria sede da escola, na cidade alta. A entrada nas sextas é sempre franca, porém, a partir deste sábado passa a ser cobrado um ingresso, pois haverá atrações musicais e como forma de ajudar na arrecadação para o Carnaval.

A carnavalesca e diretora do Departamento Social, Luciana Beatriz Silva da Silva, destaca que o tema que a agremiação traz para a rua grande será “Assim dança meu Brasil, resgatando o folclore das regiões do Brasil”. A proposta é colocar até 240 integrantes nos desfiles, com 12 alas e um carro alegórico, com a Águia símbolo do Négo.

Foto: Maicon Nieland/ Arquivo Olá Jornal