• Hoje é: quarta-feira, janeiro 24, 2018

Encontro enaltece a força do cooperativismo na região

Janine Niedermeyer
junho30/ 2017

A bandeira do cooperativismo conduzida por estudantes marcou a abertura do 1º Seminário Regional do Cooperativismo na Agricultura Familiar, que aconteceu na manhã desta sexta-feira, 30, na sede da Cooperativa Regional de Alimentos de Santa Cruz (Coopersanta), em Santa Cruz do Sul.

Com o objetivo de valorizar a agricultura familiar e fortalecer o setor, o evento contou com a participação das cooperativas de produção da região, autoridades, estudantes, convidados e imprensa. A realização da iniciativa é uma parceria entre a Sicredi Vale do Rio Pardo, Unidade de Cooperativismo da Emater/RS, Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS), Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede VRP), Arranjo Produtivo Local do VRP e Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia.

Durante os pronunciamentos, o presidente da Sicredi VRP, Heitor Álvaro Petry, falou sobre o tamanho do propósito do seminário que enaltece o espírito de inter cooperação e a união de forças no intuito de integrar as cooperativas e mostrar que é possível fazer diferente. “Nós apoiamos e estimulamos iniciativas com propósitos.

O cooperativismo está fazendo a grande diferença, por isso queremos motivar e estimular pessoas que querem fazer a diferença”, ressaltou. Além de Petry, outros representantes fizeram o uso da palavra, como o diretor do Departamento de Cooperativismo da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do Rio Grande do Sul, Lino Hamann, que representou o secretário Tarcísio Minetto. “O grande capital do cooperativismo são as pessoas”, destacou.

Dentro da programação, representantes da Unidade de Cooperativismo da Emater/RS falaram sobre o cenário de oportunidades, bem como um espaço foi aberto para exposição de iniciativas ligadas à agricultura familiar na região.

“Um evento de integração e de troca de experiências”, resumiu um dos organizadores do seminário, o assistente administrativo e técnico agrícola da Sicredi VRP, Jeferson Klunk. No encerramento aconteceu uma dinâmica com o plantio de sete mudas, em que cada planta simbolizou um dos princípios do cooperativismo, e todos de mãos dadas celebraram a união. “Estamos construindo a nossa história e da nossa região”, encerrou Petry.

APRESENTAÇÃO

O foco principal do seminário era a apresentação das cooperativas. Entre as participantes estavam a Cooperativa Regional dos Agricultores Familiares Ecologistas (Ecovale), Cooperativa Léo-Boqueirense de Agricultores Familiares (Cooperlaf), Cooperativa Agrícola de Passo de Sobrado e Vale Verde (Coopasvale), Cooperativa Mista de Agricultores Familiares de Vera Cruz (Coopervec) e Coopersanta. Na oportunidade, cada uma apresentou a sua história, visão de futuro e produtos.

Os assuntos mais abordados durante as explanações foram a grande participação de mulheres e jovens, produtos orgânicos, dificuldades e superações, fornecimento de alimentação escolar, boas práticas e capacitações dos produtores em busca da qualidade do alimento e a importância do jovem na agricultura familiar.

No local, as instituições fizeram uma exposição dos produtos, entre eles, hortaliças, frutas, produtos derivados da cana de açúcar, pães, cucas, bolachas, embutidos, geleias, sucos, ovos coloniais, feijão, mel, erva-mate, e diversos outros. Alguns destes alimentos ficaram à disposição para degustação e integraram as mesas de café da manhã, que recepcionaram os participantes.

Além disso, as cooperativas escolares incentivadas pela Sicredi VRP, Brotando da Terra (Sinimbu), Verde Vale (Vale Verde) e Semeando Sonhos (Herveiras) também estavam presentes no seminário. O evento também marcou o Dia Internacional do Cooperativismo, celebrado neste sábado, 1º de julho, data em que acontecem as ações voluntárias do Dia do Cooperar – Dia C.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sicredi Vale do Rio Pardo/ Four Comunicação