• Hoje é: quinta-feira, outubro 17, 2019

Empreendedores da Rota do Chimarrão visitam Caminhos Rurais de Porto Alegre

Olá Jornal
outubro30/ 2018

Empreendedores turísticos de Venâncio Aires visitaram, na última semana, a rota Caminhos Rurais, de Porto Alegre. Na oportunidade, o grupo liderado pela Associação de Turismo Rota do Chimarrão (Aturchim) e Departamento de Turismo do Município, visitou as propriedades envolvidas, colheu informações e trocou experiências importantes visando a sustentabilidade do turismo rural.

 Com o objetivo de fomentar o turismo da Rota do Chimarrão e atrair conhecimentos aos empreendedores locais, a visita técnica foi acompanhada pela extensionista rural da Emater Porto Alegre, Warna Frühauf. Entre as atrações visitadas estiveram o Sítio Capororoca, Granja Lia, Rossatto Garden Center e o Sítio do Mato.

De acordo com a presidente Aturchim, Rejane Rüdiger Pastore, entre os objetivos da visita estava avaliar a estrutura organizacional dos pontos turísticos, analisar a qualidade do atendimento em cada atrativo, verificar as rotinas de funcionamento dos locais, conhecer as atividades disponíveis para atendimento aos turistas, observar os aspectos como gastronomia, ajardinamento e recantos temáticos e como a Rota de Porto Alegre alcança suas metas de público.

“A receptividade e hospitalidade foram pontos altos em cada visita. Tivemos momentos de trocas de experiências com os proprietários que foram enriquecedoras para nós. Cada detalhe nos fez pensar sobre novas possibilidades para nossos empreendimentos”, destacou Rejane.

Para a coordenadora do Departamento de Turismo de Venâncio Aires, Angélica Diefenthaler, todas as possibilidades de conhecer novos roteiros são válidas e contribuem para o crescimento do grupo. “Nessa visitação ao Caminhos Rurais, observamos pontos em comum com a nossa realidade e ideias que podem servir de inspiração para reforçar a atratividade nos nossos empreendimentos turísticos. Reforço sempre que, no turismo, quem realmente faz a diferença são as pessoas, a forma como interagimos com o visitante e a capacidade de surpreende-lo, mesmo que na sutileza de detalhes”, conclui.