EMEFS retornam na segunda-feira e plantão atenderá na sexta alunos das EMEIS

O Gabinete de Gerenciamento de Crise definiu nesta manhã, 30, alguns apontamentos para os serviços públicos de Venâncio Aires para os próximos dias. Com a situação dos combustíveis e suprimentos ainda não restabelecida, o grupo definiu que a apenas uma Escola de Educação Infantil (EMEI) irá funcionar na próxima sexta-feira, 1º de junho. A instituição Yolita Portela do Bairro Brígida funcionará normalmente e receberá os alunos de toda a rede municipal de ensino infantil que precisar de atendimento.

Já as Escolas de Ensino Fundamental, que estão paralisadas até a próxima sexta-feira, retornam normalmente na segunda-feira, 4, e a situação será avaliada pelas direções das escolas e pela Secretaria de Educação.

ORIENTAÇÃO

A orientação é de que os pais e /ou responsáveis que tenham feriadão ou que não estejam trabalhando não levem os alunos à escola, deixando assim o atendimento neste momento para apenas as famílias que não tenham outro recurso há não ser levar o filho (a) para o educandário. “Nosso objetivo é não deixar desassistidas aquelas famílias que realmente não consigam um familiar para cuidar do estudante na sexta-feira, em meio ao feriadão.

O atendimento voltará ao normal na segunda-feira”, explicou a Secretária de Educação Joice Gassen que alerta que o maior problema está na alimentação escolar. “Temos suprimentos básicos para alguns dias, tanto que ontem o caminhão da Educação foi até Estrela buscar alimentos, o problema está que os nossos fornecedores que não tem itens para nos entregar”.

AGRICULTURA

Conforme o Secretário de Agricultura, a situação no setor também é preocupante. Na madrugada alguns caminhões de ração chegaram ao município para abastecer os produtores. Já o abate de animais não acontecerá a partir de amanhã,31, até uma segunda avaliação.

SAÚDE

Já na Saúde os Postos do interior continuam fechados e na cidade o atendimento está normalizado, na segunda-feira todos devem retomar a normalidade, e conforme o Secretário Ramon Schwengber também será analisado a questão dos insumos para manter o atendimento. “Nossa maior preocupação está na Hemodiálise que poderá não mais receber insumos, não porque não terá transporte, mas sim porque a empresa que fabrica não tem material para fazer os itens. O desabastecimento pode gerar grandes problemas aos pacientes”.

A Prefeitura paralisa hoje as atividades e retornam na segunda-feira, 4, conforme já havia sido definido em Janeiro pelo calendário de feriados e pontes. A partir da segunda-feira os funcionários públicos passam a cumprir meia hora de jornada há mais por dia para suprir as horas desta sexta-feira, 2. No entanto, o Gabinete de Crise manterá contato para analisar e resolver eventuais problemas e novas situações que surgirem.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA