• Hoje é: quinta-feira, junho 20, 2019

Dia do Produtor de Tabaco será celebrado na Bahia

Janine Niedermeyer
outubro19/ 2016

A 4ª edição do evento alusivo aos produtores será realizada em Cruz das Almas (Bahia), na manhã do dia 20, quinta-feira. Celebrado no dia 28 de outubro, em 2016 o Dia do Produtor de Tabaco será comemorado antecipadamente uma vez que muitos representantes do setor embarcam para a Índia no final do mês com o intuito de justamente preservar essa importante cadeia produtiva.

A programação marcada para começar às 9h contará com homenagens para famílias produtoras, além de palestras sobre a importância da produção do tabaco para o Recôncavo, apresentadas por representantes de instituições como Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia, Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A cerimônia acontece no Centro de Apoio Pedagógico Claudemiro Dias Pamponet e é organizada pelo Sindicato da Indústria do Tabaco no Estado da Bahia (Sinditabaco – BA) e pela Câmara Setorial do Charuto Baiano. A expectativa é receber 600 pessoas envolvidas com a atividade na região. A programação deverá ser acompanhada por diversas entidades e produtores locais.

Origem

A data foi instituída na assembleia da Associação Internacional dos produtores de Tabaco em 2012, que aconteceu na Argentina, e oficializada no Brasil em 2013. Desde então a comemoração oficial itinerante já aconteceu em Santa Cruz do Sul em 2013, Canoinhas (SC) em 2014 e em Rio Azul (PR) em 2015.

Cruz das Almas, cidade baiana, foi escolhida para sediar o evento em 2016 por ser reconhecida historicamente pelo envolvimento de suas gerações com a cadeia produtiva de tabaco e ter seus produtos finais, como charutos, exportados para diversos países. Junto com outros 22 municípios produtores, geram em torno de 14 mil empregos diretos e indiretos.

“A comemoração nasceu com o objetivo de valorizar o trabalho dos produtores para a renda de suas famílias e para a economia local. O produtor deve ter orgulho da sua atividade, seu trabalho é reconhecido mundialmente pela qualidade e integridade. Fica para o produtor a mensagem de que estamos defendendo o setor nas esferas possíveis, pois queremos que o produtor continue sua produção no Brasil por muitas décadas”, afirma o presidente do SindiTabaco, Iro Schünke.

Sérgio Rauber, assessor de Relações Institucionais, e Carlos Sehn, assessor da Diretoria do SindiTabaco, representam a entidade na atividade.

PROGRAMAÇÃO
9 horas: abertura
10 horas: palestra representante da Embrapa mandioca e fruticultura
10h30min: depoimentos dos Agricultores
11 horas: palestra representante da UFRB
11h30min: depoimentos dos Agricultores
12 horas: encerramento

Foto: Divulgação / Com informações do SindiTabacoBA