• Hoje é: terça-feira, maio 21, 2019

Desfile de Moda Inclusiva ocorre na próxima quarta-feira

Guilherme Siebeneichler
agosto22/ 2017
Em comemoração à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, o curso de Design de Moda da Univates, em parceria com a Mercur, promove o Desfile de Moda Inclusiva. A atividade é gratuita, aberta à comunidade e ocorre na próxima quarta-feira, dia 23 de agosto, a partir das 19h30min, no Teatro Univates. A segunda edição do evento traz, além do desfile, a apresentação de integrantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Estrela e o monólogo Ícaro, que discute temas universais por meio de depoimentos de pessoas cadeirantes.
Seis formandas de Design de Moda estão envolvidas com o desfile e montaram coleções. Além de tê-las apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), irão exibi-las na passarela. “Pensar no outro enriquece o trabalho de qualquer pessoa. O curso está com propensão natural a essa visão social. Falamos de algo que está presente no nosso dia a dia. Pensar em pessoas que têm algum tipo de necessidade diferente das que as pessoas têm comumente é um aprendizado mútuo”, afirma a coordenadora do curso, Josiane da Costa Schmitt.
Esse será o primeiro desfile das formandas como profissionais de moda, já que a formatura ocorreu no dia 19. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.univates.br/sistemas/inscricoes/process-1162. Mais informações sobre o evento pelo e-mail design-moda@univates.br.
Saiba mais
O monólogo Ícaro, que será apresentado no momento, é interpretado pelo ator gaúcho Luciano Mallmann. Em 2004, Mallmann sofreu uma lesão na medula ao cair durante uma acrobacia aérea em tecido no Rio de Janeiro. A inspiração para o monólogo partiu das experiências do próprio ator (e autor) e de pessoas que conheceu depois que passou a usar cadeira de rodas. No espetáculo, interpreta diferentes personagens que abordarão assuntos como o relacionamento entre pais e filhos, resiliência, relações amorosas, suicídio, preconceito e maternidade. Com direção de Liane Venturella, a montagem intimista valoriza o trabalho do ator. Durante todo o tempo, o intérprete dialoga com o público. A identificação é imediata, mesmo para quem não tem nenhuma deficiência. A iluminação de Fabrício Simões e a trilha sonora de Monica Tomasi irão sublimar o clima de cada uma das histórias.
CRÉDITO: AI Univates