• Hoje é: segunda-feira, outubro 15, 2018

Custo da máquina pública em Venâncio bate quase R$ 100 milhões em 2018

Guilherme Siebeneichler
outubro21/ 2017

Nesta quinta-feira, 19, a comissão responsável pela elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, apresentou as projeções de receitas e despesas da Administração Municipal para o próximo ano. O relatório lista os programas de governo e obrigações de despesas. Entretanto, o orçamento anual ainda está em elaboração e deverá ser apresentado até o fim de novembro. As receitas projetadas na LDO chegam a R$ 198,2 milhões.

O orçamento do próximo ano deve alcançar os R$ 250 milhões, com a inclusão de receitas vinculadas dos governos Federal e Estadual. O indicativo atual é de que faltem no orçamento do próximo ano R$ 9 milhões. Entretanto, o prefeito Giovane Wickert (PSB) tem solicitado cortes já nos relatórios financeiros futuros.

Um dos pontos de destaque nas projeções é o valor gasto com a manutenção da máquina pública. São R$ 98.329.596,50 aplicados diretamente nos custos fixos da Prefeitura de Venâncio Aires. Outros R$ 162.106.807,50 são projetados para as despesas de serviços e investimentos, que de fato retornam para a população.

A Controladora Interna da Prefeitura, Janice Antoni, alerta para o crescimento do custo operacional do poder público. “Esse é um valor que só cresce, porém, reduz o percentual de orçamento para serviços e investimentos, que são os retornos aos contribuintes.”

RECURSOS
O secretário da Fazenda, Eleno Stertz, destaca que o governo quer uma peça orçamentária realista. Entretanto, há expectativa para o aumento de receitas com crescimento de retornos federais e outras formas de recuperação de débitos municipais. “Vamos trabalhar com a realidade, porém, estamos na expectativa para algum crescimento de receitas com retornos maiores dos governos. Além disso, vamos trabalhar para buscar a diminuição, contínua, da dívida ativa municipal,” ressalta.

A LDO segue para a Câmara de Vereadores, onde será realizada audiência pública. Uma comissão trabalha para concluir a Lei Orçamentária Anual (LOA), que lista em detalhes receitas e despesas públicas para o próximo ano.