Cpers realiza mobilização no Parlamento Municipal

Olá Jornal
outubro30/ 2019

Os professores da rede estadual acompanharam a sessão da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, 28. A categoria, representada pelo Cpers Sindicato, busca apoio dos parlamentares na luta contra o pacote de reformas propostos pelo Governo Estadual para aposentadorias do funcionalismo, bem como, a reposição salarial de 28,7%.
Os representantes do magistério gaúcho lutam contra os projetos de lei relativos a mudanças no Plano de Carreira do Magistério e as alterações no Estatuto dos Servidores e da Previdência Estadual.

Entre as ações propostas pelo Executivo Gaúcho estão o reajuste zero por tempo indeterminado, fim das vantagens temporais, aumento da contribuição para a aposentadoria, aumento do tempo de contribuição, redução das férias, difícil acesso apenas para escolas do campo e redução nos adicionais de unidocência, classe especial e penosidade.
Durante o período de comunicações, alguns vereadores venâncio-airenses, defenderam a classe e apoiaram a luta do movimento contra as proposta do Estado. Ana Cláudia do Amaral Teixeira (PDT) destacou a importância da categoria para o desenvolvimento do país. “É preciso que as pessoas façam a reflexão deste movimento dos professores. A profissão mais importante é o professor. Eu fico me perguntando, quem vai querer ser professor com esta realidade? O pensamento crítico é promovido pelos professores e dá frutos para o desenvolvimento do país. É triste essa realidade, espero que tenham bom senso para analisar melhor este pacote.”

No mesmo sentido, a vereadora Diana de Azeredo (PSB) destacou o papel dos educadores na sociedade. “A culpa do Estado estar em crise não é dos servidores. É culpa da má gestão pública.”

Durante a sessão os professores entregaram material informativo em que detalham as ações do movimento. O Cpers Sindicato afirma que entrará em greve assim que o governador Eduardo Leite (PSDB) encaminhar à Assembleia Legislativa os projetos de lei sobre as reformas no plano de carreira e aposentadorias dos servidores estaduais.