• Hoje é: quinta-feira, junho 20, 2019

Corsan confirma construção de parque no Bairro Morsch

Guilherme Siebeneichler
outubro05/ 2017

Idealizado pelo Prefeito Giovane Wickert o parque em torno da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no Bairro Morsch vai ser implantado pela Companhia de Saneamento do Rio Grande do Sul (CORSAN). A parceria entre o Município e a Corsan ocorreu no final da tarde desta quarta-feira, 5, na sede da Companhia em Porto Alegre. Wickert e o Superindente Marcos Carberlon debateram o projeto arquitetônico elaborado pela equipe da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Município.

A proposta é de oportunizar à comunidade um local para caminhadas, para exercícios físicos, uma quadra poliesportiva, um playground para os pequenos e ainda uma concha acústica, onde artistas poderão apresentar seu trabalho. O Parque contará com uma área verde importante para descanso e encontros familiares com pergolados e bicicletas de aluguel.

De acordo com Wickert, o propósito do projeto é aproveitar a área em torno da ETE para presentear os moradores da localidade, e demais munícipes, com uma área de lazer. “Queremos que a comunidade tenha um local para fazer suas caminhadas e tomar seu chimarrão com prazer em estar em um local bonito e que oportuniza lazer e cultura”, explicou o prefeito. O parque da ETE terá ainda área de estacionamento, lago com pedalinhos, bebedouros e chuveiros da Corsan. “Queremos mudar a concepção das pessoas e mostrar que podemos sempre fazer mais e melhor pensando na coletividade”, afirmou Wickert.

Com o projeto em mãos, o Superindentende irá encaminhar os documentos aos trâmites necessários, como a Fepam. Caberlon acredita que em pouco tempo será possível ter uma dimensão de quando o projeto começará a sair do papel. O Parque da ETE tem uma área de 43.837,04m2 e objetiva contribuir com a preservação da flora e fauna da região e do Arroio Castelhano. “Será o primeiro espaço multiuso do nosso município com a marca da Corsan”, garantiu Wickert que salientou ainda que é possível aumentar a área já existente em até 21 hectares.

CRÉDITO: Coordenação de Comunicação e Marketing PMVA