• Hoje é: segunda-feira, dezembro 10, 2018

Corede Vale do Rio Pardo realiza assembleia da Consulta Popular de 2018

Olá Jornal
abril23/ 2018

O Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (Corede/VRP) realiza no próximo dia 25 de abril a primeira assembleia geral regional que vai desencadear o processo da Consulta Popular na região. O encontro ocorre a partir das 14h, na sala 101 da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), e contará com a participação de mais de 100 entidades representativas.

A assembleia será conduzida pelo presidente do Corede/VRP e vice do Fórum de Coredes do Rio Grande do Sul, Heitor Álvaro Petry, e contará com a presença do coordenador estadual da Consulta Popular, Teonas Fabiano Baumhardt.

Na reunião ocorrerá a apresentação da metodologia da Consulta Popular de 2018 e deverá ser constituída a comissão regional composta por nove integrantes, sendo três representantes do Estado, três do Corede e três cidadãos, sem vínculo com o Estado e/ou com a diretoria do Corede. Posteriormente serão realizados micro assembleias em Santa Cruz do Sul e Sobradinho para a escolha de até cinco projetos que vão ser prioritários e irão para a cédula de votação, além da escola de delegados, na proporção de um para cada 30 participantes, e, na fração igual ou superior a 15, elege-se mais um delegado. Em maio será realizada a assembleia regional ampliada para as definições finais, como os percentuais de recursos destinados a cada um dos projetos eleitos e o número de projetos a serem eleitos, serão definidos nesta etapa. O Vale do Rio Pardo terá disponível o valor de R$ 2.902.629,78 para a Consulta Popular 2018/2019.

Segundo o coordenador estadual da Consulta Popular, Teonas Baumhardt, destaca que o Governo do Estado aumentou para R$ 80 milhões os recursos a serem empenhados na próxima Consulta Popular. “Temos uma premissa no Governo que é votar recursos que conseguirão ser empenhados e pagos. E ao longo dos 23 anos de história do processo de Consulta Popular conseguimos nos últimos anos pagar 100% dos projetos que foram elencados como prioritários pelas regiões, o que é um ganho muito grande”, observa. Baumhardt cita que a audiência regional servirá para que o Vale do Rio Pardo conheça a metodologia da escolha de 2018, e inicia sua organização e mobilização em torno dos projetos e recursos que serão destinados para a região.

Estão convidados a participar da assembleia mais de 100 entidades representativas dos mais diversos segmentos, como prefeitos dos 23 municípios do Corede, presidentes das Câmaras de Vereadores, deputados com domicílio eleitoral na região, segmentos da sociedade civil organizada, representantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento, além da comunidade regional.

CRÉDITO: Assessoria de Imprensa do Corede VRP