• Hoje é: segunda-feira, setembro 25, 2017

Conselho do Esporte irá eleger diretoria dia 3 de julho

Janine Niedermeyer
junho14/ 2017

A formação diretiva do Conselho Municipal do Esporte em Venâncio Aires será realizada no dia 3 de julho. A data foi definida em reunião na noite de terça-feira, 13, na Prefeitura, com a presença dos membros eleitos no último dia 23 de maio na Câmara de Vereadores.

O encontro reuniu representantes dos segmentos esportivos, onde se estabeleceu a data de escolha do presidente, vice e secretário do grupo. O processo no dia 3 de julho será a partir das 18h30min, onde os membros titulares interessados poderão se candidatar para liderar o Conselho, reativado após um período inativo.

O coordenador do Departamento Esportivo da Secretaria de Cultura e Esporte, Henrique Maciel da Silva explicou para os integrantes que a diretoria terá como primeira responsabilidade formatar o regimento interno e tratar de pautas, ao lado dos membros, como a Lei Municipal do Esporte e o Fundo Municipal, que fornecerá recursos financeiros, por meio de editais para projetos na área.

Na reunião ficou definida as segundas-feiras como dia da semana para os encontros ordinários do conselho, sempre a partir das 18h30min. A frequência é que ainda será definida, se uma ou duas vezes por mês, uma vez a cada dois meses, enfim.

Apoio e propostas

O secretário de Cultura e Esportes, Saul Zart, que participou do encontrou enfatizou que essa gestão valorizará a atuação do conselho, sempre buscando orientação junto ao grupo e se colocando a disposição também para ajudar.

Entre as demandas e preocupação dos membros foram colocadas questões como o trabalho de base em diferentes esportes, formando novos atletas de Venâncio Aires; a divisão mais justa de investimentos do Governo, não centralizando em Assoeva e Guarani; assim como a criação de estruturas para prática e aulas esportivas.

Um exemplo citado veio do conselheiro Arcélio Wenzel, que falou da importância deste novo conselho lutar pela vinda do Sesi para Capital do Chimarrão, uma vez que a organização já serve de modelo em outros municípios com estruturas de centros esportivos e professores qualificados para orientar.

Foto: Maicon Nieland/ Arquivo Olá Jornal