• Hoje é: quarta-feira, dezembro 12, 2018

Confira a coluna do Olávo desta quarta-feira, dia 19 de setembro

Olá Jornal
setembro19/ 2018

SINALEIRA COM ENERGIA SOLAR
O vereador André Puhtin (PMDB) sugeriu a instalação de semáforos com energia solar, para garantir o funcionamento, mesmo com interrupção do fornecimento elétrico. Para fomentar o debate, o parlamentar protocolou um projeto de lei sobre o assunto, que prevê a utilização, preferencialmente, de energia solar para o funcionamento de semáforos no município. Puthin justifica que a mudança na tecnologia, além de garantir economia aos cofres públicos, proporcionará melhor funcionamento dos equipamentos de sinalização. Venâncio Aires tem registrado seguidos problemas nas sinaleiras. A maior parte envolve falhas nos equipamentos, que não passam por manutenções preventivas.

APOIO PELA DUPLICAÇÃO DA 287
Na última semana, a Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp) reuniu 16 candidatos a Deputado Federal e Estadual da região. A proposta foi de garantir apoio às demandas regionais e ao projeto de duplicação da RSC-287. Na oportunidade os postulantes a uma vaga na Câmara Federal ou na Assembleia Legislativa se comprometeram a defender as demandas da região e o plano para aumentar a capacidade de tráfego da 287. Estiveram presentes os candidatos à Deputado Federal: Eduardo Wartchow (Novo), Heitor Schuch (PSB), Marcelo Moraes (PTB), Nilson Lehmen (MDB), Professor Jamal (Rede) e Zequinha (PPS). Já os concorrentes a Deputado Estadual presentes foram Adolfo Brito (PP), Airton Artus (PDT), André Scheibler (SD), Edson Brum (MDB), Fernando Panke (PV), Kelly Moraes (PTB), Leonel Garibaldi (Novo), Pedro Baratinha (PV), Tiago Baggiotto (MDB) e Vinicius Medeiros (PSDB).

FIM DA REELEIÇÃO
Sem um candidato à reeleição neste ano, a proibição de um presidente renovar seu mandato tem pouco apoio entre os presidenciáveis. Dos 13 candidatos à Presidência da República, apenas Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSL) e Alvaro Dias (Podemos) defendem mudar essa regra. Geraldo Alckmin (PSDB), João Amoêdo (Novo), Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL) e Fernando Haddad (PT) querem continuar tendo a possibilidade de serem reeleitos. Henrique Meirelles (MDB) preferiu não se posicionar e Ciro Gomes (PDT), Cabo Daciolo (Patriota), Vera Lúcia (PSTU) e Eymael (DC) não responderam.

PT E PSDB JUNTOS?
O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, sinalizou possibilidade de diálogo com o PSDB depois das eleições 2018. “A autocrítica do PSDB é muito importante e constrói possibilidade de diálogo depois das eleições”, afirmou o petista em coletiva neste domingo, 16. Os dois partidos, junto com Ciro Gomes (PDT), disputam vaga no segundo turno com Jair Bolsonaro. A tendência é de uma ampla aliança entre os partidos que lideram a política nacional, contra o candidato do PSL. Inclusive os inimigos do pleito de 2014, se aliando para derrubar Bolsonaro.