Comunidade de Linha Sapé cria comissão para acompanhar promessa de asfalto

Olá Jornal
janeiro22/ 2019

Dezenas de lideranças da comunidade de Linha Sapé se reuniram nesta segunda-feira, 21, na cancha de bocha do Zé, em busca de explicações para a promessa de asfaltamento de 5,75 km da localidade. A obra, anunciada em julho de 2018 pelo Governo Municipal, teve licitação deserta no fim do ano. Agora, os moradores buscam informações sobre os próximos passos a ser adotado pelo Município.

Apesar de estenderem convites a prefeito, vice, secretários e vereadores, apenas três parlamentares compareceram ao encontro para ouvir a comunidade: Ana Claudia Teixeira (PDT), Sidnei Ferreira (PDT) e Ezequiel Sthal (PTB). O objetivo dos moradores é pressionar a municipalidade a cumprir o cronograma anunciado há cerca de seis meses.

“A gente só ficou sabendo pelo jornal que o valor estava errado, que não teve empresa na licitação e a Prefeitura teria que recalcular a obra. Mas agora como fica? O asfalto era para estar começando já e ninguém nos falou mais nada”, argumentou a representante da localidade, Solange Kuntz.

Do encontro desta segunda-feira ficou definida a formação de uma comissão que encaminhará o assunto com a Administração Municipal e buscará informações mais concretas para a efetivação da obra. Uma primeira reunião com o prefeito Giovane Wickert foi agendada para quinta-feira, 24, às 11h.

O convênio para asfaltamento de Linha Sapé foi assinado com o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) em julho de 2018, disponibilizando R$ 4.247.279,69 para a obra. A contrapartida, que pode chegar a R$ 2,4 milhões foi prometida pelo Município.

CRÉDITO: AI PDT