• Hoje é: domingo, agosto 18, 2019

Comitê Suprassindical organiza mobilização no dia 14

Olá Jornal
junho11/ 2019

Agendado em diversas regiões do país, o dia 14 de junho também será de mobilização em Venâncio Aires. Convocado pelas centrais sindicais como “Greve Geral” o movimento se une aos setores da educação que lutam contra os cortes efetuados pelo Ministério da Educação (MEC). Aliado a isso, sindicatos organizam ações contrárias à Reforma da Previdência. Na Capital do Chimarrão o movimento está agendado para ocorrer a partir das 14h entre as ruas Osvaldo Aranha e a 15 de Novembro.

O ato é organizado pelo Comitê Suprassindical de Venâncio Aires, composto pelos sindicatos dos Trabalhadores das Indústrias do Fumo, Alimentação, Trabalhadores Rurais, das Indústrias do Calçado e Vestuário, dos Metalúrgicos; Comerciários e dos Servidores Públicos Municipais. Se aliam nas atividades da próxima semana representantes dos professores, por meio do Cpers/Sindicato e dos Servidores Públicos Federais, por meio dos profissionais do Instituto Federal de Educação (IFSul).

A programação contará com caminhada na rua Osvaldo Aranha e ato no centro da cidade, junto a Travessa São Sebastião Mártir. “O objetivo é de alertar a população e os trabalhadores sobre as maldades propostas pela Reforma da Previdência para os mais pobres. Mais uma vez o trabalhador é quem paga a conta,” argumenta João Emerson Dutra de Campos.

Os profissionais de ensino também integrarão o dia de mobilizações. Ações regionais ocorrem na parte da manhã em Santa Cruz do Sul, e na parte da tarde em Venâncio Aires. “Já temos alunos que querem integrar este dia de atos. As perdas são para todos, na educação atingem todos os alunos e a comunidade escolar,” destaca Marione Drebel, representante do Cpers no município.

PAÍS
As centrais sindicais brasileiras convocaram, de maneira unificada a Greve Geral neste dia 14. A pauta central será a defesa do direito de aposentadoria e o repúdio à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19, da Reforma da Previdência. Há expectativa de fechamento das principais rodovias gaúchas. Aeroviários, aeroportuários, portuários, motoristas e cobradores rodoviários, além de metroviários e ferroviários confirmam adesão à mobilização nacional contra a reforma da Previdência.

DOMINGO
Em Venâncio Aires também no dia 16 de junho está agendado ato público na praça Henrique Bender, contra a Reforma da Previdência. A atividade está agendada para às 15h.