Coluna do Olávo desta quarta-feira, 23 de setembro

Olá Jornal
setembro23/ 2020

OLHO VIVO NAS DOAÇÕES
A campanha eleitoral inicia de forma oficial no próximo dia 27 de setembro. Neste ano, as formas de participação dos candidatos no financiamento das campanhas terão fiscalização mais forte da Justiça Eleitoral. Se antes o próprio candidato podia bancar 100% de seus próprios gastos, desde que não extrapolasse o teto, agora ele só poderá gastar até 10% do valor máximo na sua própria campanha. A intenção da Lei sancionada em 2019 é de evitar que candidatos mais ricos tenham vantagem ao investirem muito dinheiro em suas campanhas. O trabalho da Justiça Eleitoral focará na busca pelo mapeamento dos recursos utilizados nas campanhas e dos caminhos de valores doados aos candidatos. A utilização de laranjas como possíveis doadores também está na mira.

RUAS ESBURACADAS E A PACIÊNCIA
Audiência pública realizada nesta segunda-feira, 21, na Câmara de Vereadores, debateu a situação de ruas e obras de saneamento realizadas pela Corsan. Na reunião, os representantes da estatal detalharam os investimentos em andamento e o recapeamento de vias. O tempo é o caminho adotado pela empresa, para garantir que a infraestrutura das vias voltem ao “normal”. Isso porque, o tempo é aliado para a compactação do solo. Porém, a própria empresa admite que a via não retornará com as mesmas condições. Caberá aos motoristas manter a paciência e fiscalizar. A empresa, junto com a Encosan, estão abertas para refazer trechos, apontados pelos cidadãos. A resposta não agrada, mas obras deste tipo precisam de respostas mais rápidas, na tentativa de garantir a normalidade. Sabe-se da importância do investimento em saneamento, para a saúde, mas a obra precisa estar aliada a infraestrutura já existente. Tempo não pode ser a melhor estratégia.

SESSÃO DE ATRITOS
A reunião da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, 21, foi marcada por atritos entre os vereadores de oposição e da base governista. Houve questionamentos ao Executivo por não cumprir os prazos regimentais do Legislativo Municipal, por outro lado, vereadores criticaram a mesa, que mesmo em época de pandemia mantém prazos regimentais, quando leis federais e outors órgãos agilizam os trâmites. Sobrou novamente para os cargos em comissão do Executivo, esses nunca escapam, apesar de praticamente todos os vereadores já terem indicado cargos do tipo em alguma oportunidade. O período eleitoral coloca mais gasolina nas discussões. A tendência é de outros debates e questionamentos ao longo dos próximos 45 dias. Resta saber se debates acalorados deste tipo garantem apoio dos eleitores ou afastam ainda mais.

INCENTIVOS PARA BIKES
A Câmara de Vereadores aprovou nesta segunda-feira, projeto de lei que cria a Semana de Incentivo ao uso de bicicletas e respeito aos ciclistas de Venâncio Aires. A lei tem autoria do vereador André Puthin (MDB) e busca fomentar a utilização das bicicletas no município. A semana ocorrerá anualmente entre os dias 19 e 25 do mês de agosto. As atividades passam a integrar o calendário oficial de datas comemorativas e eventos do Município.

TABACO EM DEBATE
Além da Conferência das Partes para o Controle do Tabaco, realizada pela Organização Mundial da Saúde, a cada dois anos ocorre a Conferência Mundial sobre Tabaco ou Saúde. Este encontro é realizado por instituições de pesquisas e de medicina e busca discutir ações globais de controle do tabagismo, porém, sem envolvimento governamental. A próxima edição ocorrerá em março de 2022 na Irlanda e promete reunir representantes de 100 países. No próximo ano, ocorre a COP9 que discute o tratado mundial de saúde para instituir as políticas de redução ao consumo de cigarros. A edição iria ocorrer em 2020, porém em função da pandemia do novo Coronavírus, será realizada na Holanda em novembro de 2021.

Olá Jornal
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com