• Hoje é: sexta-feira, agosto 18, 2017

Coluna do gato mais falador do Brasil, Olávo de sábado, 25

Guilherme Siebeneichler
março27/ 2017

GRANDE AGRICULTOR FAMILIAR
A 17ª Expoagro Afubra encerrou com números positivos para a agricultura familiar do Rio Grande do Sul. Ano após ano a feira mostra a sua importância para os negócios do setor primário e a divulgação dos programas de diversificação. Cursos, palestras, novas técnicas e tecnologia ganham espaço e o produtor tem a chance de aprender e aplicar na sua propriedade. É caminhando entre as lavouras demonstrativas que se compreende o porquê este segmento econômico tem potencial para expansão. O país desde os anos 1960 é conhecido como celeiro do mundo. Na prática temos que evoluir, área para isso existe espaço para aprender também, a Expoagro é exemplo disso.

FILANTROPIA
Não, não é piada, o relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), incluiu o fim da isenção previdenciária para entidades filantrópicas (sem fins lucrativos) na Reforma da Previdência. Esse é o caso intrigante da política brasileira, propor ações sem conhecer a realidade. O nobre deputado olhou a lista das instituições filantrópicas e viu universidades, entidades culturais e educacionais. Porém, esqueceu que possuem as isenções tributárias também hospitais, as Apaes e a Emater, por exemplo. Óbvio, que tal proposta causa rebuliço e mobilização. Além dos sindicatos do ensino e hospitais, o deputado federal, Heitor Schuch (PSB) tem se envolvido na defesa das instituições. Maia argumenta que o benefício fiscal provoca uma perda anual de R$ 12 bilhões aos cofres públicos, mas esquece de lembrar que essa benefício volta para alunos de baixa renda, para a população pelo SUS e em auxílio agrícola.

DIRETORIA DO Consef
A prefeitura de Venâncio Aires garante representação no Conselho dos Secretários Municipais de Fazenda e Finanças do Rio Grande do Sul. A secretária municipal, Jeanine Benkenstein foi indicada para ocupar o cargo de 1ª vice-presidente, na diretoria do grupo, presidido por Ricardo Ledur Gottardo, de Veranópolis. O contato próximo com o Consef colabora nas ações conjuntas das prefeituras na busca por melhorias na gestão tributária. Entre as primeiras pautas de discussões do conselho estão, Regimes Próprios de Aposentadorias Municipais, troca de informações tributárias e novas fontes de renda para as prefeituras. A diretoria foi eleita na última quarta-feira, 23 e segue até 2019.

MAIS SEGURANÇA?
A implantação de vigilância armada 24h nos bancos está dando o que falar. Assim como em outras cidades da região, a Lei Municipal aprovada em 2016 em Venâncio ainda não é cumprida. Um confronto jurídico e de debates entre vigilantes e agências bancárias ficou nítido na audiência pública realizada na Câmara, na quarta-feira, 22. A presença humana em um banco, fora do horário de atendimento, vai inibir os bandidos? O sistema eletrônico de segurança já é suficiente? O vigilante se torna um possível refém? O vigilante irá inibir a ação dos bandidos que explodem as agências? Como muitos colocam no Face, estou “procurando respostas”. A lei pode ser melhorada ou piorada?, como afirmou o vereador Ezequiel Stahl. Gente, já estou zonzo como se estivesse correndo atrás do meu próprio rabo. Decidam logo o que será feito, para o bem de todos nós.