China concentrou 21% das exportações de Venâncio Aires ao longo de 2018

Olá Jornal
janeiro25/ 2019

Venâncio Aires encerrou o ano passado como o 10º município gaúcho que mais exportou. No total, foram negociados com o mercado internacional entre janeiro e dezembro de 2018, US$ 590,7 milhões. O valor representa 3% do total exportado pelo Rio Grande do Sul ao longo do ano. Se no estado a Capital do Chimarrão está entre os 10 principais municípios exportadores, no Brasil a cidade está entre os 100 e ocupa a 82º posição entre as principais cidades exportadoras. A China segue sendo o nosso principal parceiro comercial e para lá foram negociados mais de US$ 124 milhões ao longo do ano.

O principal produto negociado no município ainda é o tabaco em folhas, representando 92% dos itens exportados pelo município. No período foram US$ 545,07 milhões comercializados deste mesmo item. Atualmente 28 empresas dos mais diferentes ramos instaladas na cidade possuem negócios no exterior.

O valor comercializado no mercado internacional de tabaco também teve redução, se comparado com 2017. Naquele ano foram negociados US$ 579,84 milhões no produto, representando 93% das exportações do município. Já em 2018 este valor teve queda de 6%, segundo os dados do relatório elaborado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

PERDAS
Se comparado com 2017, Venâncio Aires perdeu posições no estado. No período anterior a cidade ocupava a 7ª colocação entre os principais exportadores gaúchos, quando foram negociados US$ 620,7 milhões. O valor também colocou o município na 79ª posição no Brasil.

Venâncio Aires busca recuperar os volumes negociados entre os anos de 2010 e 2013, considerados os melhores para o mercado de tabaco na série histórica. Naqueles anos as vendas internacionais alcançaram US$ 759,89 milhões em 2010; US$ 702,6 milhões no ano de 2011, US$ 783,63 milhões em 2012 e US$ 799,63 milhões no ano de 2013, o melhor dos últimos 10 anos avaliados.

DESTAQUES
Na região, ainda aparece a cidade de Santa Cruz do Sul, que fechou 2018 com exportações de US$ 1,007 bilhão. É o 5º município gaúcho em exportações e ocupa a 47ª posição no Brasil. Rio Grande, no Sul, por conta do porto é o principal município exportador do Estado e ocupa a 6ª posição no país. Por lá foram movimentados US$ 4,490 bilhões.

MERCADOS
A China segue sendo o principal parceiro comercial do município. São 21% do total de vendas internacionais encaminhadas ao país asiático. Os negócios com o gigante asiático também tiveram redução. Em 2017 foram exportados para os chineses US$ 174,62 milhões, sendo que no ano passado houve redução de 28%. Na sequência dos maiores mercados compradores dos produtos venâncio-airenses aparecem o Egito, com 12% do total exportado, Estados Unidos com 10% e o Paraguai com 9,8%.

IMPORTAÇÕES
Em importações a cidade negociou US$ 25,16 milhões, representando 0,2% de participação nas compras internacionais feitas por empresas instaladas no Rio Grande do Sul. Com isso, em 2018 o saldo da balança comercial é positiva em US$ 565,62 milhões na Capital do Chimarrão. O município possui 22 empresas importadoras registradas e ocupa a posição de 37º no ranking de importadores gaúchos.