• Hoje é: quarta-feira, junho 19, 2019

Campanha em prol da UTI Neonatal de Venâncio já conta com R$ 2 milhões em emendas

Olá Jornal
dezembro28/ 2018

Nesta sexta-feira, 28, a Prefeitura de Venâncio Aires lançou projeto para garantir apoio da comunidade venâncio-airense na criação de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal. O espaço é projetado para ser implantado em prédio onde atualmente já funciona a UTI Adulta do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM). A campanha lançada pelo poder público, busca garantir doações em dinheiro para a construção. Durante o evento, ocorrido no espaço de confraternizações no posto Chama, na RSC-287, lideranças, vereadores e representantes de clubes de serviços e entidades, conheceram a ação “Envolva-se.”

A presença dos deputados federais, Heitor Schuch (PSB) e Marcelo Moraes (PTB), também garantiram aplausos. O projeto está avaliado em R$ 2 milhões, para obras de edificação e compra de equipamentos. Os parlamentares anunciaram a indicação de emendas no valor de R$ 1 milhão, cada. A previsão é de que os valores possam ser repassados ao município até o fim do ano.

“Esta é uma necessidade regional e de saúde. Vamos nos envolver neste processo também junto ao Governo Federal. Podemos salvar vidas com este tipo de serviço,” destacou Schuch durante o seu pronunciamento.

Moraes também afirmou que irá destinar R$ 1 milhão para o projeto e lembrou da luta de Santa Cruz do Sul para criar a primeira UTI Pediátrica da região. “Lá também iniciamos o processo por uma campanha que uniu a comunidade. Este é o caminho para tornar esta demanda realidade.”

Mesmo com recursos para a obra o governo seguirá mantendo a campanha para arrecadar recursos extras, além do projetado inicialmente. Isso porque, o custo mensal para a manutenção da unidade alcança mais de R$ 150 mil.  Segundo o prefeito Giovane Wickert (PSB), o projeto possui âmbito regional, já que o Vale do Rio Pardo possui apenas sete leitos de UTI Neonatal.

“Com os anúncios dos deputados, com certeza este é o melhor ano novo que poderíamos esperar. Mas a campanha é fundamental porque abrange toda a região. Vamos trabalhar para concretizar esta demanda ainda em 2019, e garantir os atendimentos,” destaca.

As atividades serão coordenadas pelo secretário municipal da Saúde, Ramon Schwengber (PSB) e a primeira-dama Cristiane Wickert. Durante sua fala, o chefe da pasta relatou as dificuldades enfrentadas pelo poder público quando há solicitação de leitos para crianças recém-nascidos. “Só sabemos da necessidade deste tipo de serviço quando precisamos. Não é uma demanda que escolhe pobre ou ricos, todos podem precisar em alguma oportunidade.”

Cristiane lembrou que a parceira da comunidade é fundamental para tornar o projeto real. “É algo grande, não vai sair do papel sozinho, mas nós vamos lutar que este sonho se torne realidade o mais breve possível.”

PROJETO

A UTI Neonatal é projetada para contar com 10 leitos, em média o investimento por leito é de R$ 100 mil. O restante do valor será aplicado na edificação do espaço. Uma área junto a UTI Adulta do HSSM já foi projetada para receber ampliação.

RELATO 

Durante o ato de lançamento da campanha, foram divulgados relatos de pessoas que necessitaram atendimento especializado para os recém-nascidos. Além disso, o médico pediatra,  Flavio Luiz Seibt, relatou as dificuldades no passado para garantir suporte aos bebês nascidos no hospital. “Como é difícil ter que salvar uma vida e não contar com condições adequadas par isso. Vamos lutar para colocar este projeto em prática.”