Bitucas de cigarros voltam para Santa Cruz e viram arte durante oficinas

Olá Jornal
fevereiro12/ 2020

Durante a Oktoberfest de Santa Cruz do Sul, em outubro passado, a Souza Cruz realizou projeto piloto para recolher e conscientizar sobre a destinação correta das bitucas de cigarros. Foram recolhidas 80 mil unidades deste resíduo durante a festa e tratados pela Poiato Recicla, transformando em massa de celulose. Este material retornou para a cidade, onde será convertido em artigos de artesanato em oficinas. Serão sete encontros em entidades santa-cruzenses, até o dia 13 de fevereiro.

 

A primeira oficina foi realizada na CDL, nesta segunda-feira, 10, onde as possibilidades de utilização com o papel reciclado de bitucas foram apresentadas. As atividades foram realizadas por representantes da Poiato e do Papel do Quintal, entidade do litoral paulista, que reúne artesãos.

De acordo com o coordenador de projetos no Instituto Souza Cruz, Guilherme Mattoso, as oficinas realizadas em Santa Cruz do Sul, encerram um ciclo do projeto iniciado em outubro. “Fechamos o ciclo de economia circular. A Souza Cruz atuou na conscientização e fez o ciclo completo, fez a campanha, realizou a reciclagem e retornou com o material para a realização do artesanato. Teremos agora uma avaliação da iniciativa para encaminhar os próximos passos.”

Mattoso afirma que a empresa avalia de forma positiva o projeto piloto, por atuar diretamente com o consumidor. “Fizemos a ação de conscientização com os consumidores, trabalhando a destinação correta deste resíduo. Foi uma excelente oportunidade com o público para trabalhar a conscientização ambiental.”

RETORNANDO
O empreendedor social, Marcos Robles Poiato, afirma que o retorno do material para a cidade é importante para encerrar o ciclo ambiental. “Este resíduo foi gerado pela comunidade da cidade e é preciso que retorne para a destinação final ser feita aqui. Este ciclo é o mais amplo de conscientização, que devolve para o consumidor daqui resolver. Além da proteção ambiental, esta iniciativa gera renda, com a arte,” destaca.

Os coletores de bitucas foram mantidos nas unidades da Souza Cruz. Desde dezembro, a coleta na empresa em Santa Cruz do Sul, realizou a reciclagem de 35 mil bitucas. Com a massa de celulose gerada a partir dos resíduos, é possível criar flores, blocos, capas e materiais artísticos.