• Hoje é: quarta-feira, março 20, 2019

BE1 Tecnologia instala unidade em Venâncio Aires

Olá Jornal
outubro16/ 2018

Com quase 30 anos de mercado, a empresa catarinense BE1 Tecnologia vai firmar unidade em solo gaúcho a partir de 2019. A confirmação ocorreu nesta tarde, 16, pelo Gerente Fernando Macarini Losso que esteve reunido com o Prefeito Giovane Wickert para anunciar a instalação da primeira filial que será na RSC 287 em Venâncio Aires.

Consolidada produtora de tecnologia para soluções de automação em processos agrícolas e industriais, a empresa terá em Venâncio Aires uma fábrica de secadores agrícolas e ainda o centro logístico para atender todo o Rio Grande do Sul. Acompanhado do Coordenador Comercial Cleomar Konzen, Losso destacou que a escolha por Venâncio Aires ocorreu pela logística, pela mão-de-obra qualificada e ainda pela questão de ser uma das maiores cidades produtoras de tabaco.

Em março, Wickert esteve visitando a empresa e conhecendo o equipamento durante a Expoagro Afubra, em Rio Pardo. A Secadora com tecnologia de carga contínua, que será fabricada em Venâncio Aires, foi premiada no evento. Com a instalação da unidade, que tem a Matriz em Criciúma, a empresa irá gerar, inicialmente, 25 empregos diretos e 50 indiretos na Capital do Chimarrão.

Na reunião de hoje, Wickert e o Assessor da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Marcos Huttmann debateram com os empresários o Programa Venâncio Sem Fronteiras que visa incentivar novas empresas a se instalarem no Município. “Estamos muito felizes com a vinda da BE1 Tecnologia para nossa cidade, isso demonstra o desenvolvimento do nosso Município e a importância que temos dentro das cidades que mais crescem no Estado. A localização da cidade, a qualificação da mão-de-obra e ainda a possibilidade de crescimento e auxílio garantem a Venâncio Aires conquistas importantes como esta, a primeira filial de uma empresa tão bem conceituada e em franco crescimento que aposta na nossa terra e na nossa gente para crescer e se desenvolver”, disse Wickert.

Com área de terra adquirida e toda documentação pronta, a projeção da empresa é iniciar a construção para no primeiro semestre de 2019 começar a fabricação das secadoras e ainda o trabalho do centro logístico de distribuição.