• Hoje é: quarta-feira, setembro 18, 2019

Audiência mobiliza agricultores Contra a reforma da previdência

Olá Jornal
junho05/ 2019

Comissão Especial da Reforma da Previdência esteve nesta terça-feira, 04, na Assembleia Legislativa a pedido do deputado Heitor Schuch. O encontro, com a presença do presidente da comissão, deputado Marcelo Ramos (PL/AM), lotou o teatro Dante Barone com mais de 400 agricultores familiares e representantes de sindicatos e entidades de trabalhadores urbanos. Organizado pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag/RS), um abaixo assinado com mais de 100 mil adesões foi entregue a Ramos, que, em seu pronunciamento, praticamente descartou mudanças nas aposentadorias de rurais, professores e no Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Além desses pontos, o deputado também criticou duramente outros pontos previstos na PEC 6/2019, como o sistema de capitalização e a desconstitucionalização da Previdência – permitir que alterações polêmicas sejam regulamentadas posteriormente. Ramos ainda afirmou que não cai no discurso de que ‘a reforma é a solução para todos os problemas do país’. Garantiu que todas as sugestões colhidas na audiência serão levadas ao relator da PEC, que deverá apresentar seu parecer até final de junho.

PRÓXIMO PASSO
De acordo com o deputado Heitor Schuch, a mobilização agora deve ser dentro da comissão, no ‘corpo a corpo’ com os parlamentares. “Ficamos satisfeitos com a disposição do presidente em vir ao Estado ouvir os gaúchos, e demonstrou sensibilidade para nossas principais críticas à reforma, como o aumento na idade mínima das agricultoras de 55 para 60 anos, aumento do tempo de contribuição e redução no valor do BPC”.

O presidente da Fetag, Carlos Joel da Silva, reforçou que a entidade vai intensificar a pressão junto aos deputados. “Na prática, a reforma está retirando direitos e não cortando privilégios”, criticou, lembrando ainda a importância das aposentadorias rurais para a economia dos municípios, especialmente os menores.