Assoeva vence Atlântico na Série Ouro e assume liderança

Janine Niedermeyer
junho06/ 2016

A Assoeva/Unisc/ALM conquistou a terceira vitória em três jogos pela Série Ouro de Futsal. Desta vez, sobre um adversário direto na briga pelo título do estadual. O time de Venâncio Aires fez 3×2 no Atlântico de Erechim, jogando no Ginásio Poliesportivo, na noite gelada desta segunda-feira, 6.

Com o placar, a equipe da Capital do Chimarrão manteve os 100% nesta 1ª fase do torneio, pela chave 2. Além disso, assumiu a liderança com 9 pontos, os mesmos 9 do Atlântico, que agora em 4 jogos sofreu sua primeira derrota. São agora 13 gols marcados e apenas 4 sofridos na Série Ouro.

1º tempo

Na partida, o 1º tempo foi de 0x0 no placar, apesar das chances criadas pela Assoeva para abrir o escore. Em quadra, o time venâncio-airense conseguia achar espaços na marcação do adversário, mas na última bola, no momento de finalização pra balançar as redes, o gol não acontecia.

O Atlântico conseguiu em duas oportunidades mais claras, quase marcar, porém, a impressão era de que o empate era satisfatório para o grupo do técnico de Paulo Mussalém, que cavava faltas em sequência, para amornar o jogo.

Enquanto isso, a Assoeva errava oportunidades importantes de fazer o primeiro gol. Em um dos melhores lances de abrir o marcador, Bagatini e Bruno Souza chegaram a ficar sozinhos diante do goleiro Ângelo, mas na troca de passes entre a dupla, o gol não saiu, após defesa do guarda-metas. Foi assim que encerrou a etapa inicial, nada de gols.

Etapa final

No 2º tempo, a determinação da primeira etapa, resultou em vibração da torcida febre amarela. Faltando 18min19 para o fim, o pivô Genaro (camisa 16) chutou forte com o pé direito de fora da área, no meio das pernas do goleiro e lá estava. Gol e Assoeva 1×0 Atlântico.

Mas a resposta foi imediata do Atlântico, pois pouco mais de um minuto depois veio o empate. O pivô Gafanha (camisa 17) ficou sozinho diante de Quinzinho e com habilidade tirou o goleiro da jogada para fazer o 1×1 no Poliesportivo.

Para piorar, Gafanha foi novamente o estraga prazer do lado do visitante, ao fazer o 2×1 faltando 16min22 para terminar o 2º tempo. A partir desse momento, o Atlântico começou a criar mais, porém, a Assoeva também pressionava, em chances com Genaro, Daniel e Thiaguinho.

Mas o empate viria de um jogador que chamou a torcida para apoiar a Assoeva na noite desta segunda-feira, 6. Teves, camisa 20, saiu da reserva e restando 10min21 para o fim deixou tudo igual, 2×2 e correu para comemorar com a febre amarela.

A pressão do time da casa aumentou. Genaro e Bagatini eram os jogadores que mais levavam perigo. No entanto, o Atlântico não dormiu no ponto e conseguiu cavar sua sexta falta, para cobrar tiro-livre. O fixo Camargo, camisa 6, veio do banco para a cobrança, mas Quinzinho defendeu e a torcida vibrou como um gol.

Virada e vitória

Depois de uma virada do Atlântico, foi a vez da Assoeva fazer valer o fator casa e garantir os três pontos. Restando 4min16 para o fim, o ala Bruno Souza fez o 3×2, após acompanhar contra-ataque junto com Valdin, que passou para Souza chutar pela esquerda e virar a partida.

A equipe de Erechim ainda levaria perigo ao colocar um goleiro linha, com o ala Vilian (camisa 10). Teve até bola na trave da Assoeva, mas o time de Venâncio resistiu e superou o Atlântico, equipe que havia derrotada a Assoeva pela Liga Nacional de Futsal por 4×1.

Na noite desta segunda-feira, 6, ainda teve outro confronto pela chave 2. A Assaf de Santa Cruz do Sul perdeu outra, desta vez para ASTF de Teutônia, por 5×2, que conquistou sua primeira vitória. Os gols foram anotados por Lele, Biel e Bruno Reis (3x).

Classificação – Chave 2:

1º Assoeva – 9 pontos (saldo 9)

2º Atlântico – 9 (saldo 5)

3º ADS Sananduva – 7

4º AGF Guaíba – 7

5º ASTF – 3 pontos

6º América – 0

7º Assaf – 0 pontos

Foto: Maicon Nieland/ Olá Jornal