• Hoje é: domingo, dezembro 17, 2017

Após confirmação de recursos, secretaria de Saúde realiza mais de 50 cirurgias eletivas

Olá Jornal
dezembro05/ 2017

Desde o início de outubro a Secretaria Municipal de Saúde retomou a realização das cirurgias eletivas. Com o repasse de R$ 500 mil para o setor, por meio de emenda do deputado federal, Sérgio Moraes (PTB), desde o dia 06 de outubro foram realizados 56 procedimentos cirúrgicos no Hospital São Sebastião Mártir, diminuindo a fila de espera, que até a data era de 980 pessoas aguardando atendimento.

O corte de recursos e atrasos nos repasses federais e estaduais, motivaram a paralisação das cirurgias eletivas ainda em 2016. Ao longo do ano lideranças municipais buscaram junto aos deputados federais recursos livres para o custeio do setor da saúde. Com o depósito da primeira emenda, a Secretaria retomou as consultas e procedimentos de logística dos pacientes que aguardam cirurgias.

Além dos processos já realizados no HSSM, outros 50 estão autorizados para ocorrer nos próximos dias. Cirurgias vasculares e clínica geral são as principais áreas de agendamentos. Os custos por procedimento variam de R$ 1,9 mil até R$ 3,5 mil. As informações foram repassadas pela equipe responsável na secretaria municipal de Saúde.

FUTURO
Os trabalhos para agilizar os atendimentos dependem da capacidade e agendamento dos médicos responsáveis. Segundo o secretário municipal, Ramon Schwengber, a expectativa é de realizar ao longo do ano que vem até 50 procedimentos do tipo por mês. “Claro que dependemos de recursos e de capacidade, mas queremos manter esse ritmo e ajudar a desafogar essa fila.”

Conforme o gestor, o governo espera novas confirmações de recursos para o setor. “Até abril queremos garantir novas fontes de receita. Muitos deputados sinalizaram a indicação de emendas este ano, e isso precisa ocorrer antes do período eleitoral. Há boas expectativas para este tipo de recurso,” ressalta.

MAIS RECURSOS
Ainda em novembro, o deputado Sérgio Moraes confirmou a destinação de mais R$ 1 milhão para custeio do setor. Deste valor, R$ 700 mil serão aplicados em cirurgias eletivas e outros R$ 300 mil para o custeio de exames da rede básica. O valor já foi empenhado pelo Ministério da Saúde, porém, aguarda a liberação dos recursos. A expectativa da Prefeitura é de realizar 300 procedimentos cirúrgicos eletivos nos próximos meses.