• Hoje é: domingo, agosto 19, 2018

Apesar do quadrimestre fiscal positivo, projeção é de encerrar 2017 com déficit de R$ 16 milhões

Guilherme Siebeneichler
junho02/ 2017

Nesta quarta-feira, 31, o  Executivo Municipal apresentou as metas fiscais do primeiro quadrimestre de 2017. O prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert (PSB) avalia que o resultado do período foi satisfatório, porém, não diminui os esforços para a redução do déficit projetado em R$ 40 milhões para o ano. O superávit alcançado entre janeiro e abril foi de R$ 16 milhões.  A receita do período foi de R$ 64,4 milhões e a despesa R$ 48 milhões. O resultado, segundo o prefeito, é fruto da arrecadação histórica do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) foi de R$ 9 milhões e outros R$ 7 milhões de Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

O valor garantido é comemorado pelo gestor municipal, apesar das contas anuais ainda demandarem ações de contenção do déficit. “Tivemos um resultado muito importante, mas que exige cautela para projetar o restante do ano,” ressalta. A partir de agora o governo trabalha ações de cortes mais drásticos em outras frentes de trabalho e serviços públicos. Está na mira, o contrato de R$ 2 milhões para a manutenção de software da Administração Municipal. Além disso, o governo municipal prepara a negociação do plano de saúde dos funcionários públicos e alternativas para reduzir as despesas do recolhimento de lixo.

O prefeito espera garantir a partir de junho economia de R$ 8 milhões com cortes de despesas públicas. As ações são coordenadas pela equipe econômica e objetivam equilibrar a situação financeira do governo local. “Mesmo com as reduções nas despesas, a projeção segue de déficit nas contas deste ano. Vamos trabalhar ações que possam cortar gastos, sem interromper serviços,” argumenta Wickert.

ECONOMIA

Ao longo dos quatro meses do ano o Município renegociou contratos e diminuiu despesas públicas. Destaque para as negociações de aluguéis, que fecharam o quadrimestre com o menor investimento do tipo nos últimos cinco anos. Aliam-se às ações a redução de diárias aos funcionários de carreira e comissionados. Um decreto de contenção também garante avaliação de todos os gastos públicos, com a proposta de otimizar os desembolsos públicos. Uma comissão avalia os gastos públicos e as prioridades de investimentos em Venâncio Aires