• Hoje é: domingo, abril 22, 2018

Antônio Carlos Zago assume o comando técnico do Internacional

Janine Niedermeyer
dezembro12/ 2016

O Sport Club Internacional comunica que Antônio Carlos Zago será o treinador da primeira equipe a partir da próxima temporada. Ele terá a companhia de Galeano, auxiliar técnico, e Carlos Pacheco, preparador físico. O contrato se estende até dezembro de 2017. A apresentação oficial acontecerá na terça-feira, 13, às 10h30, na sala de conferências do Estádio Beira-Rio.

Zago iniciou a carreira de treinador em 2009, no São Caetano. Na ocasião foi contratado quando o time estava na zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Com uma campanha de recuperação, levou o clube do ABC Paulista ao 7º lugar, tendo como destaque a solidez defensiva, a terceira melhor do torneio.

Retorno de sucesso

Após quase três anos na Europa, foi contratado pelo Juventude, em agosto de 2015, para as últimas seis rodadas da Série C. Mesmo fazendo 61% dos pontos, o time não chegou ao mata-mata. Em 2016, podendo começar a temporada, Zago auxiliou na montagem do time para o Campeonato Gaúcho.

Com cinco vitórias nos primeiros cinco jogos, o clube de Caxias se manteve durante todo o campeonato na zona de classificação e finalizou a primeira fase em 4º lugar. Após passar por Ypiranga e Grêmio na fase eliminatória, o time foi vice-campeão, feito que não acontecia há oito anos.

Na Copa do Brasil, o Juventude superou Tocantinópolis, Coritiba, Paysandu e São Paulo, caindo apenas para o Atlético-MG, nos pênaltis, nas quarta-de-final. Melhor campanha do clube desde o título de 1999. No segundo semestre, com Zago no comando, o Juventude conseguiu após sete anos o acesso para a Série B do Brasileirão.

Rebaixamento

O Colorado caiu para Série B do Brasileirão após a 38ª e última rodada. O empate em 1×1 com o Fluminense no Rio de Janeiro não foi o suficiente, já que o Inter também dependia de resultados paralelos para não cair.

Com 43 pontos, o time gaúcho terminou em 17º lugar e foi o último de quatro equipes que caíram para a 2ª Divisão em 2017, ao lado de Figueirense (SC), Santa Cruz (RE) e América (MG). Essa é a primeira queda para Série B na história do Internacional. A campanha ao longo do Brasileirão foi de 11 vitórias, 10 empates e 17 derrotas. Foram 35 gols marcados e 41 sofridos.