Administração projeta ações e busca apoio para centro de bem-estar animal

Olá Jornal
maio13/ 2018

O prefeito Giovane Wickert esteve na quinta-feira, 10, reunido com a Voluntária da Causa Animal Elisabete Pereira e com o Coordenador da Vigilância Sanitária Everton Notti para debater as ações e os projetos do Município para o setor. O Gestor se comprometeu com o Deputado Federal João Derly (REDE) em construir um Centro de Bem Estar Animal, e a proposta é de iniciar o projeto a partir do segundo semestre deste ano.

O parlamentar enviou uma emenda para a Secretaria de Saúde que será usada em custeio para que o Município invista o mesmo valor na construção do espaço destinado aos animais. Conforme Wickert, a proposta é fazer um local que será administrado em parceria com uma instituição. “Temos vários exemplos de entidades que funcionam na parceria com a Administração e que conseguem resultados ótimos, como é o caso da PARESP. Nossa proposta é doarmos a área, colocarmos o recurso e conquistarmos junto a sociedade civil parcerias e uma entidade que irá administrar o local que será para receber os animais, cuidar, tratar e encaminhar para adoção responsável”, explicou.

Além do Centro, Notti falou das ações de castrações e ainda explicou o Projeto Assistencial de Pets Vulneráveis, que iniciará no próximo mês com visitas aos bairros e tratamento parasitário em cães e gatos. “Temos a certeza que é preciso ainda mais ações e outras frentes de trabalho estão sendo projetadas, mas estamos buscando alterativas para conseguirmos fazer as coisas bem feitas e realmente termos suporte e medidas que ajudem a causa animal. Sabemos o quanto é importante o trabalho das voluntárias e das organizações e estamos dispostos a auxiliar no que for preciso”, disse Wickert.

O prefeito aproveitou para esclarecer com a Protetora a questão do posicionamento da Vigilância Sanitária, que seguiu os protocolos necessários devido a uma denúncia recebida e que gerou à Elisabete uma multa. “A vigilância cumpriu o papel deles, não poderiam deixar de fazer a vistoria já que foram acionados, mas sabemos que o trabalho que você faz é de extrema importância e queremos deixar claro que somos solidários”, afirmou Wickert.

Elisabete agradeceu o gestor pela conversa e disse que esteve no Ministério Público onde acordou que não adotaria mais nenhum animal, permanecendo com os seus cães. “Tenho todos os laudos veterinários e sanitários, meus cachorros são na maioria muito idosos ou com problemas de saúde e deficientes. Vou cuidar dos que estão comigo, não vou adotar mais nenhum”, relatou a protetora.

Elisabete possui mais de 20 animais especiais sob sua tutela. Ela encaminha-os para adoção responsável, caso alguém queira adotar um animalzinho ou ainda ajudar a custear as despesas dos mesmos podem entrar em contato. A voluntária da causa animal irá realizar ações para angariar o recurso para pagamento da multa.

CRÉDITO: Coordenadoria de Comunicação  e Marketing PMVA