• Hoje é: sábado, junho 24, 2017

Confira a Coluna do Olávo desta quarta-feira 24 de maio

MERCADO

O setor do tabaco tem se movimentado nos últimos dias. Após o anúncio de uma cigarreira, feito pela JTI, outras empresas do ramo preparam novos investimentos e parcerias. Há especulação no mercado. Depois de oito anos sem grandes investimentos, a retomada da confiança e o fomento de novos destinos para o tabaco brasileiro, tem atraído atenção dos executivos para novas aplicações neste segmento econômico. Nas próximas semanas devem ser anunciados novos incrementos nas indústrias instaladas no município. Boas notícias, em um período de baixa na economia nacional.

CORTES AFIADOS

O Governo Municipal prometeu no início do ano cortes nas despesas públicas, alguns drásticos. O primeiro quadrimestre foi de redução nos contratos de aluguéis, publicidade, horas extras e diárias. Conforme projeção da Secretaria da Fazenda, com essas reduções nos quatro primeiros meses foi possível economizar mais de R$ 500 mil. Mas a Administração Municipal promete seguir cortando despesas e renegociando valores de contratos e serviços. O objetivo é de diminuir o peso da máquina pública. Os caminhos apontam para cortes mais profundos a partir do mês de julho, com o objetivo de fechar as contas deste ano, que possuem déficit projetado em R$ 38 milhões. Há dúvidas quanto ao pagamento dos servidores até o fi m do ano.

MAIS UM TRAUMA

A crise política atrapalha o desenvolvimento do país, quando se imagina uma estabilidade da economia, novas delações e revelações desconfiguram um governo já fragilizado e sem apoio popular. Sem novas lideranças, os brasileiros não conseguem enxergar a luz no fi m do túnel. Difícil de acreditar qual político vai se safar e não ter o seu nome envolvido em casos de corrupção, com tantos já denunciados. O descrédito e a falta de novas opções pode trazer surpresas e até se tornar perigoso para a jovem democracia brasileira. O caminho é pela renovação, prisão dos corruptos e corruptores. A construção de um novo Brasil dependem só da população. Ser político não é profissão, amiguinhos, é ser prestador de serviço do povo, fica a dica.

FORTALECIDA?

Todo o processo de investigação dos políticos envolvendo a Lava Jato pode garantir o fortalecimento da nossa democracia. Explico. Todos saberão em quem não votar nas próximas eleições e este é o caminho para o crescimento da política brasileira e o aumento da qualidade do poder público. Além disso, as investigações também servirão para que os futuros governantes não se envolvam em fraudes. O fundamental neste período é analisar todos os fatos e defender a nossa democracia, conquistada com muita luta popular.

CONTRA O TABAGISMO

Foi definido o relator do PL 69/2015, de autoria do senador José Serra (PSDB), que amplia as medidas já existentes contra o tabagismo no Brasil. Cristovam Buarque (PPS) fará a relatoria da proposta que ficou parada nos últimos seis meses. O projeto de lei do tucano está em discussão na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor do Senado. O projeto de Serra proíbe qualquer tipo de publicidade nos locais de venda de cigarros e produtos similares; o uso de substâncias que realcem o sabor ou aroma de cigarros; e que motoristas ou passageiros fumem em veículos que transportem crianças e adolescentes.